Ensinando e fazendo Missões

Buscar no blog

Nossos Esboços Recentes

CPAD Jovens – 4 Trimestre 2019 – 17-11-2019 – Lição 7 – A conversão de Saulo

15/11/2019

Este post é assinado por Cláudio Roberto de Souza

TEXTO DO DIA

Atos 9:4

4 E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? (ARC)

TEXTO BÍBLICO

Atos 9:1-18

1 E Saulo, respirando ainda ameaças e mortes contra os discípulos do Senhor, dirigiu-se ao sumo sacerdote

2 e pediu-lhe cartas para Damasco, para as sinagogas, a fim de que, se encontrasse alguns daquela seita, quer homens, quer mulheres, os conduzisse presos a Jerusalém.

3 E, indo no caminho, aconteceu que, chegando perto de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu.

4 E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues?

5 E ele disse: Quem és, Senhor? E disse o Senhor: Eu sou Jesus, a quem tu persegues. Duro é para ti recalcitrar contra os aguilhões.

6 E ele, tremendo e atônito, disse: Senhor, que queres que faça? E disse-lhe o Senhor: Levanta-te e entra na cidade, e lá te será dito o que te convém fazer.

7 E os varões, que iam com ele, pararam espantados, ouvindo a voz, mas não vendo ninguém.

8 E Saulo levantou-se da terra e, abrindo os olhos, não via a ninguém. E, guiando-o pela mão, o conduziram a Damasco.

9 E esteve três dias sem ver, e não comeu, nem bebeu.

10 E havia em Damasco um certo discípulo chamado Ananias. E disse-lhe o Senhor em visão: Ananias! E ele respondeu: Eis-me aqui, Senhor!

11 E disse-lhe o Senhor: Levanta-te, e vai à rua chamada Direita, e pergunta em casa de Judas por um homem de Tarso chamado Saulo; pois eis que ele está orando;

12 e numa visão ele viu que entrava um homem chamado Ananias e punha sobre ele a mão, para que tornasse a ver.

13 E respondeu Ananias: Senhor, de muitos ouvi acerca deste homem, quantos males tem feito aos teus santos em Jerusalém;

14 e aqui tem poder dos principais dos sacerdotes para prender a todos os que invocam o teu nome.

15 Disse-lhe, porém, o Senhor: Vai, porque este é para mim um vaso escolhido para levar o meu nome diante dos gentios, e dos reis, e dos filhos de Israel.

16 E eu lhe mostrarei quanto deve padecer pelo meu nome.

17 E Ananias foi, e entrou na casa, e, impondo-lhe as mãos, disse: Irmão Saulo, o Senhor Jesus, que te apareceu no caminho por onde vinhas, me enviou, para que tornes a ver e sejas cheio do Espírito Santo.

18 E logo lhe caíram dos olhos como que umas escamas, e recuperou a vista; e, levantando-se, foi batizado. (ARC)

OBJETIVOS DA LIÇÃO

  • EXPLICAR como seu deu o encontro inesperado de Saulo com Jesus;
  • ANALISAR a importância de Ananias no episódio da conversão de Saulo;
  • CONSCIENTIZAR de que é Deus quem muda nossos planos e que devemos buscar a sua vontade.

INTRODUÇÃO

Nobres irmãos (ãs), professores (as) e vocacionados (as) para o ministério do ensino, paz seja convosco!

A história registra inúmeras conversões de homens e mulheres que chamaram a atenção por sua vida regressa de impiedade. A incompatibilidade das práticas completamente avessas as verdades do evangelho, anteriores a conversão de tais pessoas, nos causam espanto, incredulidade e desconfiança acerca da mudança operada pelo Espírito Santo. No entanto, nenhuma transformação na história é lembrada como a de Saulo. A Bíblia separa o capítulo 9 de Atos, assim como Atos 22.6-21 e 26.12-19, para tratar do mesma tema – A conversão de Saulo!

Na descrição de Atos 9, é o próprio Jesus quem lhe aparece para elucidá-lo acerca de sua perseguição contra os cristãos, bem como da sua convocação para a mais nobre missão que um homem pode receber, a de anunciar a Cristo aos povos. Este encontro lhe proporcionou uma mudança completa e radical. Paulo se tornou o maior expoente das doutrinas cristãs, o maior missionário, o maior trabalhador do evangelho e o maior exemplo para a igreja de todos os tempos.

Estudaremos sobre a conversão de um dos maiores perseguidores do cristianismo, mas que se tornou o maior vulto de sua divulgação!

I – UM ENCONTRO INESPERADO NO CAMINHO

1 – Um Saulo ameaçador

Proibida a cópia parcial ou total deste material – Sujeito a penas legais https://ebdcomentada.com

Saulo, até aqui, estava completamente equivocado a respeito do Deus de Israel. A sua mente farisaica não conseguia conectar Jesus ao Messias. Assim, a ira dos fariseus contra Cristo e seus seguidores era refletida na vida de Saulo.

Em seu coração pairava as mais terríveis intenções contra os servos de Jesus, tanto que Bíblia registra os propósitos inflamados de morte contra os piedosos filhos de Deus:

Atos 9:1-2

1 E Saulo, respirando ainda ameaças e mortes contra os discípulos do Senhor, dirigiu-se ao sumo sacerdote

2 e pediu-lhe cartas para Damasco, para as sinagogas, a fim de que, se encontrasse alguns daquela seita, quer homens, quer mulheres, os conduzisse presos a Jerusalém. (ARC)

A presença de Saulo era perturbadora, causava temor, pois a igreja sabia que a simples aparição de Saulo nas cidades e vilarejos colocariam a todos sob forte intimidação. O simples aparecimento de Saulo era o prenúncio de prisões, açoites e mortes.

A expressão “ainda” no texto de Atos 9.1 denota que Paulo já havia sido mencionado anteriormente nas Escrituras (At 7.58; 8.3) e tais menções estão associadas com as suas habituais perseguições contra os cristãos, portanto a expressão dá ideia de continuidade a essa atividade tão abominável.

Robertson afirma que “o zelo de Saulo, o perseguidor, aumentou juntamente com o seu sucesso.” Isto é, quanto mais perseguia, mais o seu nome se tornava conhecido e assustador entre a comunidade cristã e tal fama alimentava o ego deformado de um homem sem Deus.

Champlin diz: “Saulo, como um cavalo de guerra, respirava forte, o seu próprio hálito era a essência do ódio e da brutalidade. “

O trecho de Atos 26.11 cita o sentimento de Paulo ao perseguir os cristãos: “…demasiadamente enfurecido contra eles…

Champlin continua… “Havia provado sangue, gostara, e anelava por mais; e isso o transformara em um monstro entre os homens, a espalhar matança e terror entre toda a comunidade cristã. Agora queria dar maior eficácia aos esforços perseguidores, obtendo documentos autorizados da parte dos líderes religiosos da nação, isto é, do sinédrio, o que lhe daria poderes para sair dos limites da capital indo pelas cidades circunvizinhas, em prosseguimento à sua campanha sanguinária.”

A Bíblia afirma que Saulo consentiu na morte de Estevão (o primeiro mártir do cristianismo):

Atos 7:58

58 E, expulsando-o da cidade, o apedrejavam. E as testemunhas depuseram as suas vestes aos pés de um jovem chamado Saulo. (ARC) 

Impressiona como alguém pode se opor tão enfurecidamente contra o evangelho e os evangélicos. No entanto, tamanha fúria estava sob o controle de Deus que já havia traçado planos mais nobres para aquela alma que estava destinada ao fracasso espiritual, mas que seria reconstruída por aquele que faz novas todas as coisas (Is 43.19; 2Co 5.17 e Ap 21.5).

2 – Perseguindo Jesus

Proibida a cópia parcial ou total deste material – Sujeito a penas legais https://ebdcomentada.com

Saulo se dirigia animado a cidade de Damasco, capital da Síria, uma, senão a cidade mais antiga do mundo e que segue habitada até os dias de hoje, conhecida desde os tempos de Abraão (Gn 15.2).

O dedicado fariseu estava municiado das cartas emitidas pelo sinédrio que lhe garantiam o direito de oprimir os cristãos daquela região, no entanto, algo inesperado lhe estava reservado. A aparição do Cristo ressurreto que faria uma pergunta intrigante a um homem cheio de religiosidade e que pensava estar fazendo o bem para si mesmo e para o judaísmo.

Atos 9:3-4

3 E, indo no caminho, aconteceu que, chegando perto de Damasco, subitamente o cercou um resplendor de luz do céu.

4 E, caindo em terra, ouviu uma voz que lhe dizia: Saulo, Saulo, por que me persegues? (grifo meu – ARC)

O escritor Lucas tenta explicar o fenômeno sobrenatural utilizando a expressão “resplendor de luz no céu”. Champlin explica que tal resplendor foi como um lampejo de faísca elétrica, ainda que o seu brilho intenso permanecesse constante. Difícil entender!

A tradução Almeida Revista e Atualizada apresenta a expressão “LUZ do céu”.

Atos 9:3

3 Seguindo ele estrada fora, ao aproximar-se de Damasco, subitamente uma luz do céu brilhou ao seu redor, (grifo meu – Almeida Revista e Atualizada)

A palavra “luz” é no grego “phos” de uma forma arcaica “phao”, cujo significado é: “brilhar ou tornar manifesto, especialmente por emitir raios”. Gosto também de outro significado trazido por Strong: “uma luz celestial tal como a de um círculo de anjos quando aparecem na terra” ou “fogo porque brilha e espalha luz” (Dicionário Strong).

Implica em afirmar que Saulo estava diante de uma luz oriunda do céu, isto é, celestial, grande e forte, tanto que mesmo ao meio dia, pode ofuscar a luz solar em seu pico máximo (At 22.6 26.13), isto porque, Deus é maior que a sua criação.

A intensidade do resplendor da luz emitida por Cristo foi como um fogo divino que irradiou uma luz suficientemente brilhante a ponto de ofuscar qualquer outra imagem, porque quando Deus se faz presente as atenções são todas direcionadas a ELE!

Acrescenta-se ainda que tal luz foi poderosa o bastante para também cegar o maior opositor da igreja daqueles dias (At 22.11).

Warren Wiersbe afirma: “De repente, Saulo estava no chão! (At 9.4). Não foi derrubado por uma insolação nem por um ataque de epilepsia, mas pelo encontro pessoal com Jesus Cristo. Por volta do meio-dia, viu uma luz resplandecente no céu (At 22:6) e ouviu uma voz dizer seu nome (At 22:6-11). Os homens que estavam com ele também caíram por terra (At 26:14) e ouviram um som, mas não compreenderam as palavras proferidas do céu. Levantaram-se confusos (At 9:7) e ouviram Saulo dirigir-se a alguém, mas não conseguiram entender o que estava acontecendo.”

A narrativa esclarece algo bastante confortador na relação da igreja com Cristo… É Jesus, o primeiro ofendido quando somos perseguidos; É Jesus, o primeiro atingido pelos disparos dos opositores e o mais importante; é Jesus, o defensor e protetor da igreja. Não há um único ataque que passe despercebido por Cristo. Há uns perseguidores, Ele converte, a outros, Ele pune (At 13.11). A sua sensibilidade e amor pela igreja é também descrita por sua manifestação no caminho de Damasco indo ao encontro de um homem que certamente a maioria de nós o desprezaria e o condenaria ao inferno.

Efésios 5:25

25 Maridos, amai vossa mulher, como também Cristo amou a igreja e a si mesmo se entregou por ela, (grifo meu – Almeida Revista e Atualizada)

Tão grande amor o levou a cruz e a morte! E agora, continua na demonstração de cuidado e responsabilidade para com a sua noiva.

Há líderes que desrespeitam a igreja, espancam o rebanho sob a alegação de que possuem autoridade de Deus, são diligentes e guardiões da sã doutrina, porém confundem a palavra de exortação com maus tratos e rigor desmedido. Estão equivocados e assim como Saulo, precisam encontrar-se com Cristo no caminho de Damasco.

3 – Mudança de planos

Evangelista Cláudio Roberto de Souza

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUI e escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos que mantemos uma parceria missionária com a EQUIPE SEMEAR, localizada na cidade de Uberaba – MG, que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada

Postado por ebd-comentada


Acesse os esboços por categorias


Copyright Março 2017 © EBD Comentada