Buscar esboços

Nossos Esboços

CPAD Jovens – 3º Trimestre de 2017 – 16/07/2017 – Lição 3: Ativismo, fazendo tudo ao mesmo tempo

12/07/2017

Este post é assinado por: Rafael Cruz

Texto do dia

“Assim diz o Senhor Soberano, o Santo de Israel: “Vocês só serão salvos se voltarem para mim e em mim descansarem. Na tranquilidade e na confiança está sua força, mas vocês não quiseram saber. ” (Isaías 30.15 – NVT)

Síntese

     O ativismo é uma conduta que leva as pessoas a adoecerem no físico e na mente. Para preservar a saúde física e mental, precisamos deixar de lado todo tipo de ativismo. 

Texto bíblico

Lucas 10.38-42
38 E aconteceu que, indo eles de caminho, entrou numa aldeia; e certa mulher, por nome Marta, o recebeu em sua casa.
39 E tinha esta uma irmã, chamada Maria, a qual, assentando-se também aos pés de Jesus, ouvia a sua palavra.
40 Marta, porém, andava distraída em muitos serviços e, aproximando-se, disse: Senhor, não te importas que minha irmã me deixe servir só? Dize-lhe, pois, que me ajude.
41 E, respondendo Jesus, disse-lhe: Marta, Marta, estás ansiosa e afadigada com muitas coisas,
42 mas uma só é necessária; e Maria escolheu a boa parte, a qual não lhe será tirada.

Introdução

Podemos definir informalmente ativismo como uma participação dinâmica em resolução de “coisas”. Ser participativo nem sempre é ser ativista. Ser zeloso, cuidadoso, aplicado, também não é ser ativista.

Somos ativistas quando concentramos nossas forças em várias ‘coisas’ e focamos naquilo que achamos que é correto, deixamos de lado as ‘coisas’ mais importantes.

Quando falamos em ativismo é importante lembrar das prioridades de Deus para nossas vidas:

1. Deus – Efésios 5.18-21
2. Cônjuge – Efésios 5.22-33
3. Filhos – Efésios 6.1-4
4. Trabalho – Efésios 6.5-9
5. Ministério – Efésios 6.10-12

Quando queremos muitas ‘coisas’ ao mesmo tempo, acabamos que mudando as ordens das prioridades; causando assim grandes problemas em nossas vidas.

Vamos pensar de forma lógica: Vejamos que o Ministério está em ‘último’ lugar. Muitos podem dizer que deveria estar em ‘primeiro’. Mas o mais importante é Deus em primeiro lugar! Isso significa vida íntima com ele, relacionamento, comunhão.

Como que o meu ministério pode ser abençoado se eu deixasse minha esposa, meu filho e meu trabalho de lado, priorizando assim o ministério? Tudo Deus faz de forma perfeita: Se estou bem com Deus, com minha esposa, com meu filho e no meu trabalho, tenho certeza que o meu ministério será abençoado.

“Aqueles que não cuidam dos seus, especialmente dos de sua própria família, negaram a fé e são piores que os descrentes. ” 1 Timóteo 5.8 – NVT

O que a Bíblia nos ensina, os especialistas já nos dizem sobre isso. Grande parte das nossas frustrações ocorre porque ficamos imersos nas tarefas diárias e não temos fôlego para as outras. O que os especialistas dizem (e você acabou de aprender) é que é preciso priorizar as tarefas, separar aquilo que é importante do urgente e do não urgente, sem acumular tarefas e frustrações.

O importante não é fazermos tudo ao mesmo tempo de uma forma desordenada e descontrolada, mas sim tudo no tempo e ordem que Deus determinou para nós. Lembremos:

“Não imitem o comportamento e os costumes deste mundo, mas deixem que Deus os transforme por meio de uma mudança em seu modo de pensar, a fim de que experimentem a boa, agradável e perfeita vontade de Deus para vocês. ” Romanos 12.2 – NVT

Sim! A vontade de Deus é boa, perfeita e agradável. Viva o tempo de Deus na sua vida!

I – ATIVISMO: UMA DISFUNÇÃO NO USO DO TEMPO

1. Definição

Podemos definir uma pessoa ‘ativista’ não apenas aquele que vive cheia de compromissos pessoais mas também na que tem uma soberba em acreditar que somente ele é capaz de realizar algumas tarefas, menosprezando assim as demais.

“O ganancioso tenta enriquecer depressa, mas não percebe que caminha para a pobreza. ” Provérbios 28.22

A Bíblia nos alerta para aquele que tenta enriquecer freneticamente, na mesma velocidade, caminha para a pobreza.

E por que corremos atrás de tantas coisas ao mesmo tempo? Muitas vezes a resposta é: estamos procurando um sentido para a nossa vida. Infelizmente, estamos procurando no lugar errado.

“Tudo é tão cansativo que não há como descrever. Não importa quanto vemos, nunca ficamos satisfeitos; não importa quanto ouvimos, nunca nos contentamos. ” Eclesiastes 1.8 – NVT

“Vaidade de vaidades, diz o pregador, vaidade de vaidades! Tudo é vaidade. ” Eclesiastes 1.2

E mesmo ocupados com tantas coisas, sentimos um vazio dentro de nós. Isso acontece porque estamos buscando as coisas deste mundo, onde o resultado não pode ser outro: Ficamos mais longe de Deus. Esse processo, se torna um ciclo em nossas vidas.

3TCJ2017L3a

2. Antídoto

O resultado das pessoas serem ‘ativistas’ se chama estresse. Estresse é a forma física e emocional como o corpo reage à pressão.

Estresse pode causar sintomas mentais e físicos. Os efeitos do estresse são diferentes para pessoas diferentes.

Sigamos o exemplo de nosso Senhor Jesus: mesmo estando sempre sob pressão, mantinha a calma e fazia as coisas da melhor maneira, usando sempre a condição mais favorável, escolhendo a melhor solução possível e fazendo tudo no tempo certo.

Não vamos deixar que toda a pressão do trabalho, da escola, etc., nos separem de Deus. Jesus já nos ensinou:

“Vinde a mim, todos os que estais cansados e oprimidos, e eu vos aliviarei. ” Mateus 11.28

Procure sempre realizar as coisas no tempo certo; ouça a voz de Deus para que as suas decisões sejam mais assertivas e fique tranquilo: Jesus está no barco! As tempestades virão, mas ele não vai afundar!

3. Exemplos da natureza

Você sabe quanto tempo demora para uma jabuticabeira dar os seus primeiros frutos? Para plantar as sementes e vê-la dar frutos, é preciso ter paciência. Ela leva entre 10 e 15 anos para frutificar!

As coisas não acontecem do dia para a noite. Deus criou toda a natureza em sua forma perfeita, sem nenhum ‘ativismo’.

Vejamos que tudo flui tranquilamente, sem estresse, e os objetivos sempre são alcançados.

Se Deus criou a natureza que vive sob o Seu tempo, porque nós que também fomos criados por ele, não podemos viver da mesma forma?

Certa aula, uma aluna disse que teve depressão e, em uma das consultas ao médico, o mesmo lhe disse: ‘Você observa aquilo que é belo? ’ Ela parou, pensou e percebeu que tinha uma vida tão corrida que não percebia a grandeza de Deus revelada na natureza. Quando ela parou para observar as belezas de Deus, a depressão foi embora.

“Por que gastais o dinheiro naquilo que não é pão, e o vosso suor, naquilo que não satisfaz? Ouvi-me atentamente, comei o que é bom e vos deleitareis com finos manjares.” Isaías 55:2

II – MARTA OU MARIA

1. Chamando a atenção

“Mas o Senhor respondeu: Marta, Marta, você se preocupa e se inquieta com todos esses detalhes. ” Lucas 10.41 – NVT

Chamar a atenção significa ‘despertar interesse ou curiosidade’; da mesma forma que ‘fazer uma crítica ou um reparo’.

Importante estudarmos essa passagem onde Jesus Cristo apresenta a compreensão exata de como o cristão deve se posicionar com respeito à questão da adoração e do serviço.

A vontade de Deus, é que façamos tudo para glorificar a Cristo. Ele é o principal, Ele é o foco, nada pode estar acima Dele, nem mesmo o serviço cristão! Como afirma John Blanchard: “A adoração vem antes do serviço, e o Rei, antes dos negócios do Rei”.

Jesus chama a atenção de Marta pois ela não o escutava e estava perdendo o melhor de Deus para a sua vida. Como falamos anteriormente, o ativista nem sempre faz tudo apenas por demasiados compromissos, mas também por não ‘confiar’ no trabalho dos outros ou até mesmo por uma soberba de acreditar que só ele é capaz de executar determinada tarefa.

Temos que ter o coração de Marta (vontade de trabalhar para o Senhor) mas a atitude de Maria (saber parar na hora certa para ouvi-lo e alcançar o melhor para nossas vidas).

2. Uma descrição do ativismo

“Tomem sobre vocês o meu jugo. Deixem que eu lhes ensine, pois sou manso e humilde de coração, e encontrarão descanso para a alma. Meu jugo é fácil de carregar, e o fardo que lhes dou é leve”. Mateus 11.29,30 – NVT

Jesus declara que Marta estava cansada, exausta e isso tudo deve-se porque o ‘ativista’ sempre diz que há pouco tempo para fazer as coisas e vive fazendo suas tarefas, dos outros e até quem sabe, de Deus! Conheço várias pessoas que já quiseram ‘ajudar’ Deus e se deram mal.

O versículo inicial desse tópico fala justamente sobre isso: entregar a Deus todas as coisas.

“Entreguem-lhe todas as suas ansiedades, pois ele cuida de vocês”. 1 Pedro 5.8

“Entregue seu caminho ao Senhor; confie nele, e ele o ajudará”. Salmos 37.5

3. A exigência de Deus

Apenas uma coisa é necessária. Quanto a Maria, ela fez a escolha certa, e ninguém tomará isso dela”. Lucas 10.42 – NVT

O que Deus exige de nós? Trabalhamos, ensaiamos, cantamos, tocamos, pregamos, ensinamos…domingo a domingo. Estamos servindo a Deus? Sim! Estamos trabalhando? Sim! Estamos nos cansando? Sim! E porquê?

Não temos mais tempo para estar em comunhão com o Senhor. Não somos mais como um noivo/a apaixonado/a. Ele quer nos ouvir e também falar conosco, mas não temos mais tempo para isso. Estamos nos enganando ao pensar que se trabalharmos dez vezes mais seremos muito mais avivados.

Vamos nos lembrar da parábola do bom Samaritano. Sacerdote e o Levita, passaram direto porque não tinham um ‘tempo hábil’ para ajudar aquele homem. Talvez os afazeres eram tantos que não conseguiram ouvir a voz de Deus quando diz: “E o segundo, semelhante a este, é: Amarás o teu próximo como a ti mesmo”. (Mateus 22.39)

O que nos é necessário é: relacionamento profundo com ele e com o próximo. Não devemos ficar como Marta: Muito serviço, muita fadiga e pouca compaixão. A comunhão com Deus precede o serviço!

III – TEMPO PARA TUDO

1. Deus não é ativista

A obra da criação de Deus durou 6 dias. Cabe aqui, citarmos um pouco desse assunto, onde muitas vezes nos enganamos com esse tempo de criação.

Charles Haddon Spurgeon em 1877:
“Irmãos, somos seriamente desafiados a deixar as crenças antigas dos nossos grandes pais por causa das supostas descobertas da ciência. O que é a ciência? O método pelo qual o homem tenta esconder a sua ignorância. Não deveria ser assim, mas é. Meus irmãos, não é suposto vocês serem dogmáticos em teologia, pois isso é perigoso; mas para os cientistas, isso é o que está correto. Nunca devereis afirmar muito fortemente as vossas convicções; mas os cientistas podem afirmar ousadamente aquilo que não podem provar, e podem exigir uma fé muito mais crédula do que alguma que tenhamos. Na verdade, é suposto que nós tomemos as nossas Bíblias e formemos e moldemos as nossas crenças de acordo com os ensinamentos, sempre em mudança, do chamado homem científico. Que loucura! Porque é que a falsamente chamada marcha da ciência através do mundo pode ser traçada por falácias desacreditadas e teorias abandonadas? Exploradores anteriores, antes adorados são agora ridicularizados; o constante abandono de hipóteses falsas é uma matéria do conhecimento geral. Podes descobrir onde é que o aprendiz está pelos destroços deixados para trás de suposições e teorias tão cheios como garrafas partidas.”

Para entender o significado da palavra ‘dia’ em Gênesis 1, precisamos de determinar como a palavra hebraica para “dia”, yom, é usada no contexto das Escrituras. Considerem o seguinte:

1. Uma concordância típica ilustrará que yom pode ter uma variedade de significados: um período de luz contrastando com a noite; um período de 24 horas; tempo; um ponto específico no tempo; ou um ano.

2. Um respeitado dicionário clássico de Hebraico-Inglês tem sete definições e sub-definições para a palavra yom – mas define os Dias da Criação de Gênesis 1 como dias comuns, sendo “dia definido pela tarde e manhã”.

3. Um número e a frase ‘tarde e manhã’ são usados para cada um dos seis Dias da Criação (Gên. 1:5, 8, 13, 19, 23, 31).

4. Fora de Gênesis 1, yom é usado 410 vezes com um número e em cada vez significa um dia normal.

5. Fora de Gênesis 1, yom é usado 23 vezes com a palavra ‘tarde’ ou ‘manhã’. ‘Tarde’ e ‘manhã’ aparecem associados, mas sem yom, 38 vezes. Todas as 61 vezes, o texto refere-se a um dia normal.

6. Em Gênesis 1:5, yom ocorre associado com a palavra ‘noite’. Fora de Gênesis 1, ‘noite’ é usada com yom 53 vezes – e de cada vez, significa um dia normal. Mesmo o uso da palavra ‘luz’ com yom nesta passagem determina o significado como sendo dia normal.

Com todo o seu poder, tudo poderia ser criado em alguns segundos. Mas não foi assim como Deus trabalhou. Deus soube administrar o tempo necessário para toda a sua criação

2. Os jovens ativistas

“Da mesma forma, incentive os homens mais jovens a viver com sabedoria”. Tito 2.6 – NVT

Paulo já orientava o jovem Tito a viver e ensinar os mais jovens a viver com sabedoria. Essa vida com sabedoria nada mais era do que a própria a administração do tempo e ter atitudes sábias.

Se pararmos e analisarmos o quadro político do nosso país e do mundo, vamos ver a quantidade de manifestações que foram feitas nos últimos anos. Jovens de todo o mundo têm saído às ruas para protestar, seja contra a crise econômica, contra governos autoritários ou guerras.

Não era diferente da época de Jesus. Os discípulos, com um espirito jovem, por muitas vezes tiveram atitudes que não eram do agrado de Cristo: mandar a multidão faminta embora (Mc 6.35,36), tentaram impedir que crianças (Mateus 19.13), estrangeiras (Mateus 15.23; João 4.27) e doentes (Lucas 18.39) chegassem perto de Jesus; achando que dessa forma estariam agradando o mestre.

O que agrada a Cristo é fazermos a vontade dEle. Realizar as coisas no tempo dEle.

Esperei com paciência pelo Senhor; ele se voltou para mim e ouviu meu clamor”. Salmos 40.1 – NVT

“Os jovens se cansarão e se fatigarão, e os moços certamente cairão; mas os que esperam no Senhor renovarão as forças, subirão com asas como águias; correrão, e não se cansarão; caminharão, e não se fatigarão”. Isaías 40:30,31

3. O barquinho ministerial

“Jesus instruiu seus discípulos a prepararem um barco para evitar que a multidão o esmagasse”. Marcos 3.9 – NVT

Já ouviu falar do termo Workaholic?
Workaholic é uma gíria em inglês que significa alguém viciado em trabalho; um trabalhador compulsivo e dependente do trabalho.

Um indivíduo workaholic geralmente não consegue se desligar do trabalho, mesmo fora dele, e muitas vezes deixa de lado seu cônjuge, filhos, pais, amigos e família, e seus amigos acabam sendo apenas os que convivem no ambiente de trabalho.

E do termo Worklover?
O Worklover (que significa “o que ama o trabalho” em inglês) gosta do seu trabalho, mas não o vê como um vício, ou seja, tem outras coisas importantes na sua vida. Um Worklover sabe encontrar o equilíbrio entre o trabalho e o lazer, e não descuida os aspetos sociais, mentais e familiares da sua vida.

Por mais que Jesus estivesse compromissado com a obra, sabemos que ele era 100% homem e 100% Deus. Com isso, seu corpo também cansava; ele tinha os sentimentos da mesma forma que temos hoje. O barquinho era a ‘válvula de escape’ para o seu descanso. Se lembrarmos do episódio em que Cristo acalmou a tempestade:

“De repente, veio sobre o mar uma tempestade violenta, com ondas que cobriam o barco. Jesus, no entanto, dormia”. Mateus 8.24

Seja sábio com o tempo que Deus lhe concede. Entenda seus limites. Saiba o tempo de começar e o tempo de parar.

Deus lhe abençoe!

Por Rafael Cruz


Comentários

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado


Copyright Março 2017 © EBD Comentada