Ensinando e fazendo Missões

Buscar esboços

Nossos Esboços

CPAD Jovens – 3º Trimestre de 2017 – 09/07/2017 – Lição 2: Preguiça, desperdício de tempo

07/07/2017

Este post é assinado por: Rafael Cruz

TEXTO DO DIA

“Vai ter com a formiga, ó preguiçoso; olha para os seus caminhos e sê sábio”. Provérbios 6.6

SÍNTESE

     O preguiçoso administra mal o seu tempo, ama apenas a si próprio e manifesta indiferença quanto às necessidades do próximo. Suas atitudes revelam falta de espiritualidade, sabedoria e senso de espirito.

TEXTO BÍBLICO

Provérbios 6.6-11
6 Vai ter com a formiga, ó preguiçoso; olha para os seus caminhos, e sê sábio.
7 Pois ela, não tendo chefe, nem guarda, nem dominador,
8 Prepara no verão o seu pão; na sega ajunta o seu mantimento.
9 Ó preguiçoso, até quando ficarás deitado? Quando te levantarás do teu sono?
10 Um pouco a dormir, um pouco a tosquenejar; um pouco a repousar de braços cruzados;
11 Assim sobrevirá a tua pobreza como o meliante, e a tua necessidade como um homem armado.

INTRODUÇÃO

Já dizia o pensador: “A preguiça nada mais é do que o hábito de descansar antes de estar cansado. ” (Jules Renard).

A física através da primeira lei de Newton (Inércia) nos fala que a tendência dos corpos, quando nenhuma força é exercida sobre eles, é permanecer em seu estado natural, ou seja, repouso ou movimento retilíneo e uniforme. Interessante que essa lei também pode ser aplicada as pessoas: quantas que estão paradas e tendem a continuar paradas até que algo as possa colocar “em movimento”! É tempo de despertar e de nos motivar com o que Deus tem entregado e projetado para as nossas vidas.

I – APRENDENDO COM AS FORMIGAS

1. Encontro formidável

“Vai ter com a formiga, ó preguiçoso […]” (Pv 6.6). Deus revela ao sábio Rei Salomão esse grande ensinamento a respeito da preguiça. Quando nos é falado para “ter com a formiga” entendemos que devemos observar o modo de trabalho e vida que esse pequeno inseto leva. Algo que podemos observar é que elas são “incansáveis”. Nessa característica percebemos que independente do futuro, elas trabalham sem parar. São trabalhadoras e exemplo de trabalho para nós, que por muitas vezes arrumamos tantas desculpas simplesmente para não fazermos nada. Essas desculpas não são apenas para o trabalho, mas podem ser facilmente identificadas em qualquer área da nossa vida: um compromisso na igreja, um aniversário, um casamento, etc. Sutilmente a preguiça é substituída por cansaço, falta de tempo, uma “dor de cabeça”, etc.

Quando optamos pela preguiça, ficamos distante do projeto de Deus; isso porque não estamos fazendo a vontade do Pai. E quando ficamos mais longe de Deus, maiores pecados e mais perdidos ficaremos. Dessa forma Deus nos alerta: “Vai ter com a formiga, ó preguiçoso! ”

2. Compreensão da realidade

“[…] Olha para os seus caminhos e sê sábio” (Pv 6.6). O versículo continua; agora depois de entendermos o sentido de olharmos para formiga, Deus nos orienta a “olhar os seus caminhos”. Com isso Deus quer que possamos entender a necessidade de usar o nosso tempo sabiamente.

“Eu não tenho tempo para isso” é uma frase bem comum nos nossos dias, ainda mais devido a correria que temos diariamente.  Uma certa pessoa me disse: “Tempo, somos nós que fazemos”. Quando Deus nos deu o tempo, ele nos fez mordomos seus para justamente para  administrarmos esse tempo que ele nos dá. Lamentações 3.23 e 24 já nos diz que “as misericórdias do Senhor se renovam a cada manhã e é a causa de não sermos consumidos”.

O tempo é uma dádiva de Deus para nós e necessitamos compreende-lo e saber administra-lo, para que possamos sempre agir no momento sem distrações que nos venham a prejudicar o nosso desempenho, tanto no trabalho secular quanto na nossa vida particular com Deus.

3. Usando o tempo com sabedoria

Final do versículo 6 nos diz: “sê sábio”. Uma conotação imperativa onde podemos encontrar um apelo de Deus para que possamos compreender e utilizar o tempo que nos é oferecido diariamente com sabedoria.

Como você está usando os seus horários? Falta tempo para fazer tudo o que deveria? Organize sua agenda diária de uma forma com que você consiga tempo para realizar todas as suas responsabilidades e tempo também para que você possa se divertir (deixar o dia mais alegre).

Ganhe tempo investindo no seu relacionamento com Deus. Tire um tempinho do seu dia e dê a ele. Certa vez ouvi um pregador dizer que Deus é carente em ouvir as nossas vozes. Talvez pela situação boa que você está passando, os momentos com Deus têm sido poucos. Mas fique atento: é aí que ele te chama para um relacionamento com Ele. Pode doer, mas …

“Porque o SENHOR repreende aquele a quem ama, assim como o pai ao filho a quem quer bem”. Pv. 3.12

II – VISÃO DE FUTURO

1. Planejamento

Viver uma vida sem planejamento é viver uma vida sem rumo. Por mais que saibamos que somos como uma neblina que aparece e logo se dissipa (Tiago 4.14), isso não nos deve impedir de ter uma vida planejada pensando no futuro. Lembrando do exemplo da formiga: a maioria das formigas que estão trabalhando para estocar esse alimento, morrerão sem desfrutar do fruto do seu trabalho. Mesmo podendo compreender isso, sendo o futuro uma incógnita, a formiga continua o seu trabalho arduamente.

Um bom exemplo bíblico a seguirmos são dos 4 amigos levados para a Babilônia: Daniel, Hananias, Misael e Azarias. Mesmo sendo retirados da sua terra e levados para um lugar desconhecido, não deixaram de viver suas vidas: estudo, dedicação e trabalho. Essa vida com esforço e planejamento lhe renderam depois bênçãos da parte de Deus.

2. Motivação Total

Quanto de nós não queremos ser reconhecidos no trabalho, na igreja ou qualquer área da nossa vida, resultando assim em uma motivação total? Todos queremos; mas as formigas (Provérbios 6.7) fazem o que fazem sem esperar reconhecimento. O importante é ser útil para a comunidade.

“Se você quer ser bem-sucedido, precisa ter dedicação total, buscar seu último limite e dar o melhor de si. ” Ayrton Senna.

Ter esse sucesso depende do nosso esforço, e a preguiça nos limita e nos faz perder toda e qualquer tipo de oportunidade.

Devemos seguir os exemplos bíblicos, onde sem esperar algo (honrarias, glórias, prêmios), devemos fazer aquilo que o Pai nos deixou para fazermos sem preguiça, mas com uma motivação muito além de qualquer bem material que possamos adquirir nessa vida.

3. Aproveitando as oportunidades

O lema é: transformar necessidades em oportunidades. Vamos voltar ao exemplo da formiga: no verão enquanto todos desfrutam dessa época, ela aproveita a oportunidade e consegue todo o alimento necessário para o inverno que virá. Isso é motivação total e planejamento estratégico!

Quantos empreendedores viram em uma necessidade a oportunidade de abrir um negócio! Mas para isso não tiveram preguiça, não ficaram no sofá esperando as bênçãos caírem do céu. Deus faz a parte dele, mas temos que fazer a nossa também. “Jesus ordenou: Tirai a pedra”. (João 11.39a). Jesus ressuscitou Lázaro, mas antes o povo teve que tirar a pedra.

Precisamos ter a visão correta de Deus para não desperdiçar as oportunidades que Ele nos entrega dia após dia. Seja sábio e aproveite as oportunidades!

III – PREGUIÇA: UMA DISFUNÇÃO DO USO DO TEMPO

1. Imobilismo

Quando Deus criou o homem, se engana aquele que pensa que Adão passava os dias tranquilamente andando no jardim.

“E tomou o Senhor Deus o homem, e o pôs no jardim do Éden para o lavrar e o guardar”Gênesis 2:15

Vejamos que a instituição do trabalho, veio da parte de Deus! De forma alguma agrada a Deus que fiquemos inertes quanto a situação das nossas vidas. Ficar parado e sem vontade é preguiça e preguiça é pecado e o pecado nos afasta de Deus.

Já dizia uma máxima: “Para chegar a algum lugar, basta dar o primeiro passo”. Se você jovem almeja algo grandioso na sua vida, lembre-se que a preguiça e o imobilismo não agrada a Deus. Quer algo? Ore a Deus, peça a direção dele e não fique parado! Faça como na parábola dos talentos: aquele que recebeu 5 trabalhou e conseguiu mais 5. Agora o que ficou parado…teve um fim bem triste.

2. Entorpecimento Mortal

Se pararmos para pensar, vamos ver que a preguiça vai além de uma indisposição apenas corporal; ela afeta a mente. Afetando a mente o indivíduo acaba acreditando que não consegue fazer determinada situação e isso o leva a um marasmo sem fim. O próprio Salomão compara esse marasmo mental com a própria morte (Provérbios 6.6-11) de tão perigoso que possa ser esse estado na vida do homem.

Acreditamos, porém, que mesmo nesse marasmo, o Espirito Santo de Deus pode nos encher e transformar a nossa vida triste e parada em uma vida cheia de alegria e Paz na presença de Deus (Salmos 126.3)

3. Consequências

De uma coisa temos certeza: colhemos aquilo que plantamos. Salomão nos alerta ao dizer que as consequências da preguiça são: pobreza inesperada e grande necessidade.

Quer colher uma vida boa e abençoada? Não tenha preguiça! Aquilo que Deus colocou na sua mão para fazer, é porque ele acredita em você e sabe que é capaz!

Agora, se quiser ficar no sofá “vendo a banda passar”…Deus é claro em nos dizer o fim que teremos.

Lembre-se: o tempo é um presente que Deus nos dá todo o dia. Não podemos desperdiçá-lo com coisas fúteis que não vão nos gerar nada. Seja como a formiga: incansável, sábia e prudente.

Deus lhe abençoe!

Por Rafael Cruz


Comentários

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado


Copyright Março 2017 © EBD Comentada