Ensinando e fazendo Missões

Buscar no blog

Nossos Esboços Recentes

CPAD Jovens – 2º Trimestre de 2019 – 30-06-2019 – Lição 13: Resgatando o princípio da humildade e do serviço ao próximo

25/06/2019

Esse post é assinado por Rafael Cruz

Texto do dia

Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também. João 13.15

Texto bíblico

João 13.3-17

3 Jesus, sabendo que o Pai tinha depositado nas suas mãos todas as coisas, e que havia saído de Deus, e que ia para Deus,

4 levantou-se da ceia, tirou as vestes e, tomando uma toalha, cingiu-se.

5 Depois, pôs água numa bacia e começou a lavar os pés aos discípulos e a enxugar-lhos com a toalha com que estava cingido.

6 Aproximou-se, pois, de Simão Pedro, que lhe disse: Senhor, tu lavas-me os pés a mim?

7 Respondeu Jesus e disse-lhe: O que eu faço, não o sabes tu, agora, mas tu o saberás depois.

8 Disse-lhe Pedro: Nunca me lavarás os pés. Respondeu-lhe Jesus: Se eu te não lavar, não tens parte comigo.

9 Disse-lhe Simão Pedro: Senhor, não só os meus pés, mas também as mãos e a cabeça.

10 Disse-lhe Jesus: Aquele que está lavado não necessita de lavar senão os pés, pois no mais todo está limpo. Ora, vós estais limpos, mas não todos.

11 Porque bem sabia ele quem o havia de trair; por isso, disse: Nem todos estais limpos.

12 Depois que lhes lavou os pés, e tomou as suas vestes, e se assentou outra vez à mesa, disse-lhes: Entendeis o que vos tenho feito?

13 Vós me chamais Mestre e Senhor e dizeis bem, porque eu o sou.

14 Ora, se eu, Senhor e Mestre, vos lavei os pés, vós deveis também lavar os pés uns aos outros.

15 Porque eu vos dei o exemplo, para que, como eu vos fiz, façais vós também.

16 Na verdade, na verdade vos digo que não é o servo maior do que o seu senhor, nem o enviado, maior do que aquele que o enviou.

17 Se sabeis essas coisas, bem-aventurados sois se as fizerdes.

INTRODUÇÃO

Paz do Senhor querido leitor do nosso site!

Chegamos ao final do nosso trimestre. Quantos aprendizados abençoadores tivemos!

Concluímos com o nosso maior exemplo de respeito e humildade: Jesus. Ao longo desse trimestre vimos que o mundo tem uma cultura materialista que valoriza somente as coisas e não as pessoas.

Aprendemos que o amor ao dinheiro, a cultura ao sexo e a cobiça pelo poder, levam o homem a perdição. Como cristãos não devemos nos alimentar desses sentimentos invejosos e destrutivos, mas devemos nos amar uns aos outros, ter uma vida simples e humilde na presença de Deus.

I – JESUS, UM EXEMPLO DE HUMILDADE

1 – Conhecendo o Evangelho de João

Proibida a cópia parcial ou total deste material – Sujeito a penas legais https://ebdcomentada.com

O evangelho de João é considerado o mais teológico dos quatro Evangelhos. Trata da natureza e da pessoa de Cristo, e do significado da fé nEle. A apresentação que João faz de Cristo como o divino Filho de Deus se vê nos títulos que Jesus recebe no livro: “o verbo era Deus”, “o Cordeiro de Deus”, “o Messias”, “o Filho de Deus” e “o Rei de Israel”, “o Salvador do Mundo”.

A estrutura e o estilo deste evangelho são diferentes daqueles dos outros três. Ele não contém parábolas, menciona apenas sete milagres e registra várias entrevistas pessoais. João enfatiza a realidade física da fome, sede, cansaço, dor e morte de Cristo como uma defesa contra a alegação gnóstica de que Jesus não possuíra verdadeira natureza humana.

João 20:31 cita o propósito como sendo o seguinte: “Estes, porém, foram registrados para que creiais que Jesus é o Cristo, o Filho de Deus, e para que, crendo, tenhais vida em seu nome.” Ao contrário dos três Evangelhos sinóticos, o propósito de João não é apresentar uma narrativa cronológica da vida de Cristo, mas mostrar a sua divindade. João queria não só fortalecer a fé dos crentes de segunda geração e levar outros à fé, mas também corrigir uma falsa doutrina que estava se espalhando. João enfatizou Jesus Cristo como sendo “o Filho de Deus”, totalmente Deus e totalmente homem, ao contrário da falsa doutrina do “espírito-Cristo”, a qual afirmava que esse espírito tinha vindo sobre o homem Jesus em Seu batismo e deixando-o na crucificação.

O Evangelho de João apresenta Cristo, não de Seu nascimento, mas do “princípio” como “o Verbo” (Logos), o qual, como Divindade, está envolvido em cada aspecto da criação (1:1-3) e mais tarde torna-se carne (1:14) a fim de tirar os nossos pecados como o Cordeiro de Deus imaculado (João 1:29). João seleciona conversas espirituais que mostram que Jesus é o Messias (4:26) e para explicar como alguém pode ser salvo através de Sua morte vicária na cruz (3:14-16).

2 – A simbologia da Páscoa e o gesto de Jesus lavar os pés de seus discípulos

Proibida a cópia parcial ou total deste material – Sujeito a penas legais https://ebdcomentada.com

No tempo de Jesus, quando as pessoas chegavam a casa lavavam os pés, porque muitos andavam descalços ou de sandálias. Na casa com convidados, a pessoa de posição mais baixa naquele lar os pés dos convidados. Normalmente, lavar os pés era o trabalho dos escravos ou das mulheres. Ninguém queria lavar os pés dos outros, porque o pé era a parte mais suja do corpo.

Jesus era o líder. Ele não tinha a obrigação de lavar os pés de ninguém. Pelo contrário, outras pessoas deveriam lavar os seus pés. Mas Jesus não se preocupava com sua posição social (João 13:3-5). Ele fez o trabalho que precisava ser feito, para o bem de seus discípulos. Jesus não agia como se fosse superior aos outros. Jesus lavou os pés dos discípulos para lhes ensinar a servir uns aos outros. Ele estava dando o exemplo para todos seguirem. Quem ama Jesus serve seus irmãos.

Infelizmente hoje algumas “igrejas” tem esse gesto de Jesus como um ritual, sendo que Jesus não nos instrui a fazer isso como um ritual. A igreja primitiva, fundada pelos apóstolos a quem Jesus lavou os pés, não tinha nenhum ritual de lavar os pés. O objetivo de Jesus não era instituir um ritual. Hoje em dia, com sapatos fechados e estradas de asfalto, lavar os pés não tem tanta importância como no tempo de Jesus. Se não servimos aos outros, realizar uma cerimônia de lavar os pés não tem valor algum. A mensagem de Jesus era que devemos servir uns aos outros (Romanos 12:10).

II – O DIÁLOGO ENTRE JESUS E PEDRO

Por Rafael Cruz

Para continuar lendo esse esboçoCLIQUE AQUIe escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos também que conquistamos uma parceria missionária com os seguintes trabalhos evangelísticos:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;
  • Equipe Exército da Última Hora – Localizada na cidade de Porto Velho – RO – e que também executa o mesmo trabalho tanto na capital de Rondônia como nos arredores.

CLIQUE AQUIpara ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada

Postado por ebd-comentada


Acesse os esboços por categorias


Copyright Março 2017 © EBD Comentada