Ensinando e fazendo Missões

Buscar no blog

Nossos Esboços Recentes

CPAD Jovens – 2º Trimestre de 2019 – 07-04-2019 – Lição 1: Um mundo imerso numa cultura materialista

04/04/2019

Este post é assinado por Rafael Cruz

Texto do dia

Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.

1 João 2.15

Texto bíblico

1 João 2.15-17 

15 Não ameis o mundo, nem o que no mundo há. Se alguém ama o mundo, o amor do Pai não está nele.

16 Porque tudo o que há no mundo, a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida, não é do Pai, mas do mundo.

17 E o mundo passa, e a sua concupiscência; mas aquele que faz a vontade de Deus permanece para sempre.

INTRODUÇÃO

Paz do Senhor querido leitor do nosso site!

Chegamos a mais um trimestre para honra e glória do Senhor Jesus!

Concupiscência significa um forte desejo, um forte anseio de fazer algo que desagrada a Deus ou de ter coisas de uma forma que desagrada a Deus. Algumas traduções bíblicas a traduzem como “desejo” ou como “cobiça”. Em um sentido amplo, qualquer desejo, ou cobiça, ou anseio por fazer ou ter coisas que são pecado e desagradam a Deus, se enquadram no significado dessa palavra.

Concupiscência não se aplica apenas a área sexual como alguns pensam, mas a todas as áreas onde o desejo humano de alguma forma desagrada a Deus, ofendendo-o através da prática continuada do pecado. O texto de Paulo aos Romanos exemplifica bem essa questão: “Mas o pecado, tomando ocasião pelo mandamento, despertou em mim toda sorte de concupiscência; porque, sem lei, está morto o pecado.” Romanos 7. 8

I – QUEM AMA O MUNDO O AMOR DO PAI NÃO ESTÁ NELE

1 – O que é o mundo?

Proibida a cópia parcial ou total deste material – Sujeito a penas legais – https://ebdcomentada.com 

Embora o uso da palavra “mundo” pela Bíblia tenha vários significados específicos, na maioria dos casos ele difere um pouco da forma como costumamos usar a palavra em nossa conversação e escrita diária.

O primeiro ato criativo de Deus foi a criação do cosmos, o mundo físico: “No princípio criou Deus os céus e a terra” (Gn. 1.1). A partir do Novo Testamento, não somente sabemos que “o mundo foi feito por ele”, mas que Jesus “estava no mundo” (João 1:10; cf.  Hb.  1:2-3;  Cl. 1:16).  A ordem criada é um feito de Deus, e desempenha um papel significativo no plano providencial de Deus.

Conforme a lição nos mostra ‘kosmos’ terá diversos significados dependendo do contexto em que a palavra foi inserida. Um   dos versículos mais amados na Bíblia é “Porque Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna” (João 3:16; cf. 2 Coríntios 5:19). Entendendo o contexto redentor de João, o uso de “mundo” é melhor entendido como ensinando que o amor de Jesus não tem limitações nacionais, raciais ou geográficas, e que ele não é restrito a um grupo de pessoas.

Como pode ser verdade que “a amizade do mundo é inimizade contra Deus?” (Tiago 4:4), quando sabemos que “Deus amou o mundo de tal maneira” (João 3:16)? Se “mundo” recebe o mesmo significado em todo contexto no qual aparece, então teríamos uma contradição. O “mundo” que Tiago está descrevendo é o mundo de incredulidade, não o mundo como um lugar, uma esfera de influência, ou o reino da redenção. O uso de kosmos, como Tiago descreve, é “uma disposição e poder alastrado na humanidade em direção ao mal, em oposição a Deus.” A Bíblia usa kosmos para caracterizar o que homens e mulheres pecadores têm feito com o seu mundo e mostrar sua antítese em relação ao mundo ideal de Deus e sua ordem moral (1Co.  11:32; Ef. 2:2; 1Jo.  2:15-17). Esse será nosso foco de estudo.

2 – Não ame o mundo

Proibida a cópia parcial ou total deste material – Sujeito a penas legais – https://ebdcomentada.com

É claro que Deus nos ordena amar o mundo, mas esse mundo se refere aos seres humanos que vivem aqui, e nós como seus filhos devemos amar as outras pessoas. A parábola do Bom Samaritano deixa claro que não podemos escolher quem amar (Lucas 10:30-37).

Quando somos instruídos a não amar o mundo, a Bíblia está se referindo ao seu sistema de valores corruptos. Satanás é o deus deste mundo, e ele tem o seu próprio sistema de valores contrário ao de Deus (2 Coríntios 4:4). 1 João 2:16 detalha exatamente o que o sistema de Satanás promove: a concupiscência da carne, a concupiscência dos olhos e a soberba da vida. Todo pecado imaginável pode ser resumido nesses três males; a inveja, o adultério, o orgulho, a mentira, o egoísmo e outros mais surgem dessas três raízes.

Amar o mundo significa dedicar-se aos tesouros, filosofias e prioridades do mundo. Deus diz a Seus filhos que definam suas prioridades de acordo com o Seu sistema de valores eterno. Devemos “buscar primeiro” o reino e a justiça de Deus (Mateus 6:33). Ninguém pode servir dois mestres (Mateus 6:24), e não podemos ser dedicados a Deus e ao mundo ao mesmo tempo.

3 – O amor ao mundo é inconsistente com o amor de Deus

Por Rafael Cruz

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUI e escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos também que conquistamos uma parceria missionária com os seguintes trabalhos evangelísticos:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;
  • Equipe Exército da Última Hora – Localizada na cidade de Porto Velho – RO – e que também executa o mesmo trabalho tanto na capital de Rondônia como nos arredores.

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada

Postado por ebd-comentada


Acesse os esboços por categorias


Copyright Março 2017 © EBD Comentada