Ensinando e fazendo Missões

Buscar no blog

Nossos Esboços Recentes

CPAD Jovens – 1º Trimestre de 2019 – 27-01-2019 – Lição 4: A presença de Deus no deserto

24/01/2019

Esse post é assinado por Rafael Cruz

Texto do dia

Ou, quando a nuvem sobre o tabernáculo se detinha dois dias, ou um mês, ou um ano, ficando sobre ele, então, os filhos de Israel se alojavam e não partiam; e, alçando-se ela, partiam. Números 9.22

Texto bíblico

Números 9.15-22

15 E, no dia de levantar o tabernáculo, a nuvem cobriu o tabernáculo sobre a tenda do Testemunho; e, à tarde, estava sobre o tabernáculo como uma aparência de fogo até à manhã.

16 Assim era de contínuo: a nuvem o cobria, e, de noite, havia aparência de fogo.

17 Mas, sempre que a nuvem se alçava sobre a tenda, os filhos de Israel após ela partiam; e, no lugar onde a nuvem parava, ali os filhos de Israel assentavam o seu arraial.

18 Segundo o dito do SENHOR, os filhos de Israel partiam e segundo o dito do SENHOR assentavam o arraial; todos os dias em que a nuvem parava sobre o tabernáculo, assentavam o arraial.

19 E, quando a nuvem se detinha muitos dias sobre o tabernáculo, então, os filhos de Israel tinham cuidado da guarda do SENHOR e não partiam.

20 E era que, quando a nuvem poucos dias estava sobre o tabernáculo, segundo o dito do SENHOR, se alojavam e, segundo o dito do SENHOR, partiam.

21 Porém era que, quando a nuvem desde a tarde até à manhã ficava ali e a nuvem se alçava pela manhã, então, partiam; quer de dia quer de noite, alçando-se a nuvem, partiam.

22 Ou, quando a nuvem sobre o tabernáculo se detinha dois dias, ou um mês, ou um ano, ficando sobre ele, então, os filhos de Israel se alojavam e não partiam; e, alçando-se ela, partiam.

INTRODUÇÃO

Paz do Senhor querido leitor do nosso blog!

Deus libertou Israel da escravidão. Livre, o povo de Deus iniciou a sua jornada rumo à Terra Prometida. O percurso escolhido pelo Senhor não foi o mais fácil, porém, com certeza foi o melhor para os israelitas naquela ocasião, pois eles não estavam preparados para enfrentar o inimigo. Deus é fiel e sempre cuidou com zelo do seu povo, todavia, os israelitas a cada dificuldade sempre murmuravam contra o Senhor.

O que vamos estudar é justamente sobre o cuidado e fidelidade de Deus para um povo infiel e que mesmo vendo as bênçãos de Deus sobre as suas vidas, permanecia no pecado.

I – A NUVEM E A COLUNA DE FOGO                

1 – A presença contínua

Proibida a cópia parcial ou total deste material – Sujeito a penas legais https://ebdcomentada.com

Quando Deus libertou o seu povo, das garras de faraó, teve um grande cuidado com o seu povo. Foi grande a proteção, grandes maravilhas operadas através de Moisés.

Diz a Bíblia: Foram seiscentos mil homens, sem contar as crianças e mulheres. Imagine todo este povo caminhando sobre um sol escaldante, onde a temperatura durante o dia passava de 40 graus e à noite chegava a menos um grau.

Observe que nenhum ser humano sobreviveria a esta condição climática, mesmo que fosse por alguns dias.

Mas servimos a um Deus capaz de solucionar este problema, não por alguns dias, mas sim por 40 anos, dando-lhes refrigério, possibilitando que este povo não sofresse durante todo esse tempo.

O Senhor ia adiante deles, durante o dia numa coluna de nuvem, para os guiar pelo caminho; durante a noite, numa coluna de fogo, para os alumiar, afim de que caminhassem de dia e de noite. Nunca se apartou do povo a coluna de nuvem durante o dia, nem a coluna de fogo durante a noite. Êxodo 13:21-22.

2 – O mover imprevisível

Proibida a cópia parcial ou total deste material – Sujeito a penas legais https://ebdcomentada.com

O Senhor não somente resgatou o seu povo, mas o conduziu de forma cuidadosa durante todo o deserto. Temos um Deus que se preocupa e cuida de nós. O Senhor enviou uma coluna de nuvem para proteger o seu povo. Durante o dia esta coluna fazia sombra para que o povo de Deus pudesse suportar o calor escaldante do deserto (Êx 13.21). Esta coluna, segundo Charles F. Pfeifer, “era um sinal real da verdadeira presença de Jeová com o seu povo”.

Podemos visualizar com nossa mente uma hoste numerosa de homens, mulheres e crianças, viajando através de um tremendo deserto “onde não havia caminho” – um ermo fatigante, um imenso deserto arenoso sem bússola ou guia humano.

Ali estavam esses milhares de seres humanos avançando sem qualquer conhecimento da rota que deviam seguir, tão dependentes de Deus, de sua orientação quanto à comida e o caminho que deveriam seguir.

Não podiam fazer planos para o dia seguinte. Quando acampavam não sabiam quando deveriam marchar ou quando em marcha não sabiam onde iriam acampar.

Tinham que olhar para cima a fim de receberem a orientação. Os seus movimentos eram dirigidos pelas rodas do carro de Deus.

Assim como este povo estava com seus olhos fixos na nuvem esperando o seu mover para poderem prosseguir, nós servos do Senhor também precisamos olhar para o alto afim de recebermos a orientação certa de Deus.

3 – A obediência voluntária

Por Rafael Cruz

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUI e escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos também que conquistamos uma parceria missionária com os seguintes trabalhos evangelísticos:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;
  • Equipe Exército da Última Hora – Localizada na cidade de Porto Velho – RO – e que também executa o mesmo trabalho tanto na capital de Rondônia como nos arredores.

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada

Postado por ebd-comentada


Acesse os esboços por categorias


Copyright Março 2017 © EBD Comentada