Buscar esboços

Nossos Esboços

CPAD Jovens – 1º Trimestre de 2018 – 07/01/2018 – Lição 1: O Evangelho de Mateus

03/01/2018

Este post é assinado por: Rafael Cruz

Texto do dia 

  • “Livro da geração de Jesus Cristo, Filho de Davi, Filho de Abraão.”
    (Mateus 1.1)
     

Texto bíblico 

  • Mateus 1.1-17
    1 Livro da geração de Jesus Cristo, Filho de Davi, Filho de Abraão.
    2 Abraão gerou a Isaque, e Isaque gerou a Jacó, e Jacó gerou a Judá e a seus irmãos,
    3 e Judá gerou de Tamar a Perez e a Zerá, e Perez gerou a Esrom, e Esrom gerou a Arão.
    4 Arão gerou a Aminadabe, e Aminadabe gerou a Naassom, e Naassom gerou a Salmom,
    5 e Salmom gerou de Raabe a Boaz, e Boaz gerou de Rute a Obede, e Obede gerou a Jessé.
    6 Jessé gerou ao rei Davi, e o rei Davi gerou a Salomão da que foi mulher de Urias.
    7 Salomão gerou a Roboão, e Roboão gerou a Abias, e Abias gerou a Asa,
    8 e Asa gerou a Josafá, e Josafá gerou a Jorão, e Jorão gerou a Uzias,
    9 e Uzias gerou a Jotão, e Jotão gerou a Acaz, e Acaz gerou a Ezequias.
    10 Ezequias gerou a Manassés, e Manassés gerou a Amom, e Amom gerou a Josias,
    11 e Josias gerou a Jeconias e a seus irmãos na deportação para a Babilônia.
    12 E, depois da deportação para a Babilônia, Jeconias gerou a Salatiel, e Salatiel gerou a Zorobabel,
    13 e Zorobabel gerou a Abiúde, e Abiúde gerou a Eliaquim, e Eliaquim gerou a Azor,
    14 e Azor gerou a Sadoque, e Sadoque gerou a Aquim, e Aquim gerou a Eliúde,
    15 e Eliúde gerou a Eleazar, e Eleazar gerou a Matã, e Matã gerou a Jacó,
    16 e Jacó gerou a José, marido de Maria, da qual nasceu JESUS, que se chama o Cristo.
    17 De sorte que todas as gerações, desde Abraão até Davi, são catorze gerações; e, desde Davi até a deportação para a Babilônia, catorze gerações; e, desde a deportação para a Babilônia até Cristo, catorze gerações.

INTRODUÇÃO

A Paz do Senhor querido leitor do nosso blog!

É com imenso prazer e expectativa que iniciamos mais um ano e mais trimestre para Glória de Deus.

Nesse trimestre vamos estudar o Evangelho de Mateus com o tema: Seu Reino não terá fim.

Mateus foi escrito para judeus, visando a responder às suas indagações sobre Jesus de Nazaré, que alegava ser o Messias de Israel. Seria Ele de fato o Messias predito no Antigo Testamento? Se era, por que não estabeleceu o reino prometido? Esse reino será estabelecido algum dia? Assim, neste Evangelho, Jesus é frequentemente chamado de Filho de Davi e é apresentado como Aquele que cumpre as profecias messiânicas do Antigo Testamento; o reino dos céus é o assunto central de boa parte de Seu ensino aqui registrado.

Mateus também é caracterizado por sua inclusão de pessoas estranhas ao judaísmo. Os versículos finais registram a comissão de ir e pregar a todas as nações, e, nos quatro Evangelhos, somente em Mateus surge a palavra “igreja”.

  • Pois também eu te digo que tu és Pedro, e sobre esta pedra edificarei a minha igreja, e as portas do inferno não prevalecerão contra ela; (Mateus 16.18 – ACF)

Jesus também é chamado de Filho de Abraão, pois em Abraão ‘serão benditas todas as famílias da terra’.

Podemos citar algumas divisões importantes do livro de Mateus:

  • Sermão do Monte onde estão inclusos:
    • Bem-aventuranças
    • Oração do Pai Nosso
  • Parábolas do Reino
  • Sermão Profético

É sobre esse livro que estudaremos.

Bom trimestre a todos nós!

I – QUESTÕES INTRODUTÓRIAS

1 – Autoria e data 

A autoria defendida pela tradição mais conservadora é atribuída a Mateus. Esse que tinha por sobrenome Levi, era um coletor de impostos (publicano) judeu, trabalhando para o governo romano. Por colaborar com os romanos, que eram odiados pelos judeus como dominadores estrangeiros, Mateus era desprezado por seus compatriotas. Apesar disso, Mateus reagiu positivamente à chamada singela que Cristo lhe fizera para segui-lo. Depois do relato do banquete que ofereceu a seus colegas para que eles também pudessem conhecer a Jesus, ele não volta a ser mencionado, exceto na lista dos Doze Apóstolos. A tradição afirma que ele pregou na Palestina por doze anos depois da ressurreição de Cristo, e que depois foi pregar em outras terras, mas quanto a isso não há certeza.

Embora este Evangelho receba ocasionalmente data entre as décadas de 80 e 90 do primeiro século, o fato de a destruição de Jerusalém ser ainda considerada um acontecimento futuro parece exigir uma data mais recuada. Alguns pensam que Mateus foi o primeiro Evangelho a ser escrito (por volta do ano 50) ao passo que outros discordam alegando que só foi escrito na década de 60.

2 – A relação sinótica dos Evangelhos de Mateus, Marcos e Lucas

Os evangelhos de Mateus, Marcos e Lucas são conhecidos como Evangelhos Sinóticos devido a conterem uma grande quantidade de histórias em comum, na mesma sequência, e algumas vezes, utilizando exatamente a mesma estrutura e utilizando até as mesmas palavras.

A origem do termo “sinótico” é grega oriunda de duas palavras: syn (“junto”) e opsis (“ver”). Esse termo se originou em 1776 por um pesquisador alemão de nome J.J. Griesbach, que publicou em sua obra Synopsis evangeliorum (Sinopse dos evangelhos).

1TCJ2018L1a

Quanto ao quarto evangelho, o Evangelho de João, relata a história de Jesus de um modo substancialmente diferente, pelo que não se enquadra nos sinópticos. Desta maneira, temos 4 evangelhos canônicos, dos quais três são sinópticos.

Para conhecimento, evangelhos canônicos são os que a Igreja reconheceu como sendo aqueles que transmitem autenticamente a tradição apostólica e estão inspirados por Deus.

Parte do conteúdo presente em todos os três evangelhos sinópticos é chamada de tripla tradição. Isso inclui a maioria das narrativas sobre os eventos da vida de Jesus, iniciando por seu batismo e terminando com a descoberta do túmulo vazio após a crucificação. Também incluem algumas das parábolas (tais como a Parábola do grão de mostarda). A tripla tradição é responsável por 76% do texto de Marcos. Parte desse material está presente em quase todos os evangelhos, e algumas vezes com pequenas variações, existem ainda alguns casos notáveis, chamados “acordos menores”, aonde Mateus e Lucas entram em acordo entre si na estrutura de palavras diferindo de Marcos.

Por sua vez, a dupla tradição explica o material (200 versos) compartilhado entre Mateus e Lucas, porém ausentes em Marcos. Esse conteúdo consiste quase que inteiramente nos discursos e ensinamentos de Jesus, e inclui a maior parte do Sermão da Montanha e a maioria das parábolas. A dupla tradição inclui três versos (Mateus 3:8-10) que são atribuídos à João Batista, (o último verso desse grupo também aparece em Mateus 7:19, atribuído à Jesus), e pôr fim a história do servo do centurião (Mateus 8:5-13).

Por Rafael Cruz

COMUNICADO IMPORTANTE

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

CLIQUE AQUI para continuar estudando a lição conosco…

 

vantagens

Informamos também que conquistamos uma parceria missionária com os seguintes trabalhos evangelísticos:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;
  • Equipe Exército da Última Hora – Localizada na cidade de Porto Velho – RO – e que também executa o mesmo trabalho tanto na capital de Rondônia como nos arredores.

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e ainda continuar estudando a lição conosco…

Decidimos unir o Ensino com Missões e assim, alavancar recursos financeiros para contribuir com esses projetos.

Cada um de nós poderemos contribuir com o site ebdcomentada.com e com as obras de missões citadas, realizando o cadastro como assinante e escolhendo o plano que achar conveniente.

Optamos por oferecer valores acessíveis para que todos continuem a desfrutar dos nossos esboços e ao mesmo tempo AJUDAR a obra missionária, portanto a EBD Comentada, juntamente com você estará ao mesmo tempo ENSINANDO e FAZENDO MISSÕES.

Contamos com a ajuda de todos para mantermos este trabalho que tem auxiliado milhares de professores no Brasil e no mundo.

“Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” (Mt 28.19 – ARC).

Qualquer dúvida referente aos planos ou mesmo depois de adquiri-lo, surgir algum problema, entre em contato conosco (contato@ebdcomentada.com.br)

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada


Comentários

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado


Copyright Março 2017 © EBD Comentada