Ensinando e fazendo Missões

Buscar no blog

Nossos Esboços Recentes

CPAD Adultos – 4º Trimestre de 2019 – 03-11-2019 – Lição 5: A instituição da monarquia em Israel

31/10/2019

Este post é assinado por Eliel Goulart

Texto Áureo

“Então, todos os anciãos de Israel se congregaram, e vieram a Samuel, a Ramá, e disseram-lhe: Eis que já estás velho, e teus filhos não andam pelos teus caminhos; constitui-nos, pois, agora, um rei sobre nós, para que ele nos julgue, como o têm todas as nações.” – 1 Samuel 8.4,5

Verdade Prática

Antes de tomar uma decisão, o crente precisa buscar a orientação de Deus, para que não venha a sofrer dolorosas consequências.

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

1 Samuel 8.4-7; 10.1-7 

1 Samuel 8 

4 Então, todos os anciãos de Israel se congregaram, e vieram a Samuel, a Ramá, 

5 e disseram-lhe: Eis que já estás velho, e teus filhos não andam pelos teus caminhos; constitui-nos, pois, agora, um rei sobre nós, para que ele nos julgue, como o têm todas as nações. 

6 Porém essa palavra pareceu mal aos olhos de Samuel, quando disseram: Dá-nos um rei, para que nos julgue. E Samuel orou ao Senhor. 

7 E disse o Senhor a Samuel: Ouve a voz do povo em tudo quanto te disser, pois não te tem rejeitado a ti; antes, a mim me tem rejeitado, para eu não reinar sobre ele.

1 Samuel 10.1-7 

1 Então, tomou Samuel um vaso de azeite, e lho derramou sobre a cabeça, e o beijou, e disse: Porventura, te não tem ungido o Senhor por capitão sobre a sua herdade? 

2 Partindo-te hoje de mim, acharás dois homens junto ao sepulcro de Raquel, no termo de Benjamim, em Zelza, os quais te dirão: Acharam-se as jumentas que foste buscar, e eis que já o teu pai deixou o negócio das jumentas e anda aflito por causa de vós, dizendo: Que farei eu por meu filho? 

3 E, quando dali passares mais adiante e chegares ao carvalho de Tabor, ali te encontrarão três homens, que vão subindo a Deus a Betel: um levando três cabritos, o outro, três bolos de pão, e o outro, um odre de vinho. 

4 E te perguntarão como estás e te darão dois pães, que tomarás da sua mão. 

5 Então, virás ao outeiro de Deus, onde está a guarnição dos filisteus; e há de ser que, entrando ali na cidade, encontrarás um rancho de profetas que descem do alto e trazem diante de si saltérios, e tambores, e flautas, e harpas; e profetizarão. 

6 E o Espírito do Senhor se apoderará de ti, e profetizarás com eles e te mudarás em outro homem. 

7 E há de ser que, quando estes sinais te vierem, faze o que achar a tua mão, porque Deus é contigo.

INTRODUÇÃO

A paz do Senhor!

Todos os versículos citados são da Almeida Revista e Corrigida. Quando de outra versão, a mesma é mencionada.

A instituição da monarquia em Israel deu-se por propósitos indevidos e fora do tempo de Deus. Fora do tempo de Deus, até porque já antes foi predito pelo Senhor que haveria rei em Israel:

1 – A Abraão – Gênesis 17.6 – “E te farei frutificar grandissimamente e de ti farei nações, e reis sairão de ti.”;

2 – A Jacó – profetizando ao abençoar do seu filho Judá, disse em Gênesis 49.10 – “O cetro não se arredará de Judá, nem o legislador dentre seus pés, até que venha Siló; e a ele se congregarão os povos.”;

3 – a Moisés – Deuteronômio 17.14-20 – a quem deu listou da escolha e deveres de um rei.

Em I Samuel capítulo 8 observamos uma concessão do Senhor. A manifestação de Sua vontade permissiva, mas não da vontade diretiva.

I – POR QUE A MONARQUIA?

1 – Um sentimento de orgulho nacional (8.4,5)

I Samuel 8.4 e 5 –  Então, todos os anciãos de Israel se congregaram, e vieram a Samuel, a Ramá,  e disseram-lhe: Eis que já estás velho, e teus filhos não andam pelos teus caminhos; constitui-nos, pois, agora, um rei sobre nós, para que ele nos julgue, como o têm todas as nações.” 

O povo de Israel reuniu-se em assembleia popular (há menções desses conselhos nos livros de Samuel, Reis, Isaías e Jeremias). Tal assembleia reunida era composta dos anciãos ou líderes das famílias. Lembremos que a sociedade judaica era patriarcal.

Portanto, uma delegação de representantes do povo de Israel foi até Ramá, e comunicaram a Samuel a demanda de um rei.

Certamente não foi agradável a Samuel ouvir da má reputação de seus filhos. E, certamente, é amargo constatar que a liderança representativa de Israel observa que ele está envelhecendo e deveria providenciar a gestão futura. E sentiu-se magoado com o pedido de um novo governante, mas o Senhor lhe fez ver e entender que a ingratidão era além da pessoa dele. Antes a ingratidão era contra Deus.

Sendo um servo de Deus piedoso e sábio, ele orou sobre o pedido que lhe fora feito. Deus lhe mostrou que a velhice e o cansaço de Samuel – argumentos primeiros dos líderes – era apenas a superfície visível. O verdadeiro fundamento do motivo estava oculto: a rejeição era contra Deus!

Eis o risco de andarmos segundo nossos próprios sentidos. Nós também, hoje, temos dificuldades em viver na dependência plena – para nós silenciosa e invisível – do Poder e da Soberania de Deus.

Quantos de nós nos sentimos bem mais seguros com a conta bancária, do que com as promessas dos cuidados de Deus!

Quantos de nós nos sentimos confiantes nos contatos que temos com políticos que conhecemos, com homens de influente posição social, avaliando que tais pessoas nos darão mais atenção do que o amor de Deus por nós!

Quão poucos entre nós andam realmente por fé e não por vista!

Por três vezes a Bíblia ensina, exorta e alerta que o justo viverá pela fé:

Habacuque 2.4 – “Mas o justo, pela sua fé, viverá.” 

Romanos 1.17 – “Porque nele se descobre a justiça de Deus de fé em fé, como está escrito: Mas o justo viverá da fé.”

Gálatas 3.11 – “E é evidente que, pela lei, ninguém será justificado diante de Deus, porque o justo viverá da fé.”

2 – O fracasso dos filhos de Samuel

I Samuel 8.5 – “E disseram-lhe: …e teus filhos não andam pelos teus caminhos…”

Podem os melhores homens e mulheres padecerem amarga decepção com seus filhos. Sentirem a dor de verem seus filhos agindo com conduta mundana e fora dos princípios divinos.

Samuel nomeou seus filhos para altos cargos. É natural que os pais desejem que os filhos os sucedam, e não há nenhuma observação contrária a Samuel, nas Escrituras, quanto ao fato de pôr seus filhos a julgar Israel. A Bíblia não diz que ele errou em nomear seus filhos ao tribunal.

Ora, filhos de um pai da excelência de Samuel, dão muita esperança de que vão administrar bem a justiça.

A congregação de Israel nunca jamais acusou a Samuel por ter nomeado seus filhos. Mas, os filhos de Samuel decepcionaram o coração do pai e perturbaram a Israel.

O fundamento do pedido de um rei foi duplo: a velhice de Samuel e que os filhos dele não andavam por seus caminhos.  Eles não seguiram o exemplo brilhante que tinham dentro de casa.

I Samuel 8.1 a 3 – “E sucedeu que, tendo Samuel envelhecido, constituiu a seus filhos por juízes sobre Israel. E era o nome do seu filho primogênito Joel, e o nome do seu segundo, Abias; e foram juízes em Berseba. Porém seus filhos não andaram pelos caminhos dele; antes, se inclinaram à avareza, e tomaram presentes, e perverteram o juízo.”

Tinham muita cobiça pelo dinheiro, aceitavam subornos para favorecer a alguns, e eram corruptos na execução da justiça. Que tristeza!

Meus amados, nesta dispensação da graça, qual será a experiência horrível dos filhos, senão o remorso, o desespero e a angústia sem fim, pois tendo a oportunidade de terem pais piedosos e tementes a Deus, nunca buscaram pessoalmente ao Salvador Jesus e nem O serviram nesta vida.

Por outro lado, quão lamentável é ver filhos que não aproveitam as oportunidades.

Colossenses 4.5 – “…aproveitai as oportunidades.” – Almeida Revista e Corrigida. 

Efésios 5.16 – “Aproveitem bem todas as oportunidades que vocês tem.” – Bíblia Viva.

Conheço filhos de pastores que se perderam nas más condutas, apesar de terem alcançado, em algum tempo, a bênção de servir no ministério da Palavra. Mas, como a autoridade está na vida e não na posição, e caráter cristão não é por transmissão hereditária, mas por temor de Deus, agiram com escândalo e ficaram desapossados das oportunidades tão raras e sem lugar no ministério.

John Ruskin (1819-1900): “Quando Deus escreve oportunidade no lado de uma porta aberta, ele escreve também, no outro lado, a palavra responsabilidade.”  

3 – Rejeitando os planos de Deus (10.6,7)

Pastor Eliel Goulart

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUI e escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos também que apoiamos o seguinte trabalho evangelístico:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada

Postado por ebd-comentada


Acesse os esboços por categorias


Copyright Março 2017 © EBD Comentada