Ensinando e fazendo Missões

Buscar no blog

Nossos Esboços Recentes

CPAD Adultos – 4º Trimestre de 2018 – 21-10-2018 – Lição 3: O crescimento do Reino de Deus

15/10/2018

Esse post é assinado por Eliel Goulart

Texto Áureo

“(…) Porque eis que o Reino de Deus está entre vós.” Lucas 17.21.

Verdade Prática

O Reino de Deus cresce e continuará crescendo até a consumação dos séculos.

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

Marcos 4.30-32; Mateus 13.31-33; Lucas 13.18,19

Mc 4.30 – E dizia: A que assemelharemos o Reino de Deus? Ou com que parábola o representaremos?

31 – É como um grão de mostarda, que, quando se semeia na terra, é a menor de todas as sementes que há na terra;

32 – mas, tendo sido semeado, cresce, e faz-se a maior de todas as hortaliças, e cria grandes ramos, de tal maneira que as aves do céu podem aninhar-se debaixo da sua sombra.

Mt 13.31 – Outra parábola lhes propôs, dizendo: O Reino dos céus é semelhante a um grão de mostarda que um homem, pegando dele, semeou no seu campo;

32 – o qual é realmente a menor de todas as sementes; mas, crescendo, é a maior das plantas e faz-se uma árvore, de sorte que vêm as aves do céu e se aninham nos seus ramos.

33 – Outra parábola lhes disse: O Reino dos céus é semelhante ao fermento que uma mulher tomam e introduz em três medidas de farinha, até que tudo esteja levedado.

Lc 13.18 – E dizia: A que é semelhante o Reino de Deus, e a que o compararei?

19 – É semelhante ao grão de mostarda que um homem, tomando-o, lançou na sua horta; e cresceu e fez-se grande árvore, e em seus ramos se aninharam as aves do céu.

INTRODUÇÃO

A paz do Senhor!

Todos os versículos citados são da Almeida Revista e Corrigida. Quando de outra versão, a mesma é mencionada.

Lucas 13.10 – “E ensinava no sábado, numa das sinagogas.”

Era um dia de sábado, como registra o evangelista Lucas, e conforme Seu costume o Senhor Jesus ensinava “numa sinagoga”.

A um povo que acabara de assistir a um milagre, quando o Senhor Jesus libertou uma mulher curvada, que não podia de maneira nenhuma endireitar-se, tocando-a e “o povo se alegrava por todas as coisas gloriosas que eram feitas por ele”, então logo após, o Senhor Jesus proferiu duas pequenas e breves  parábolas: do grão de mostarda e do fermento.

A parábola do fermento é a mais curta do Senhor Jesus.

Ambas ilustram com simplicidade o fato surpreendente do crescimento do reino de Deus.

A expressão “Reino de Deus” ocorre:

  • Mateus – 4 vezes;
  • Marcos – 14 vezes;
  • Lucas – 32 vezes;
  • João – 2 vezes;
  • Atos – 6 vezes;
  • Epístolas de Paulo – 8 vezes;
  • Apocalipse – 1 vez.

Parece-nos que “Reino de Deus” e “Reino dos céus” são variações linguísticas do mesmo princípio.

A expressão “Reino dos céus” ocorre:

  • Mateus – 33 vezes.

George Eldon Ladd (1911-1982), explica o porquê de “Reino dos céus” em Mateus:

“Mateus conservou a expressão idiomática semítica, ao passo que os demais evangelhos a traduzem para o grego.”

Reino de Deus certamente refere-se ao domínio de Deus, o Soberano Criador, tanto sobre a criação quanto sobre aos que se submetem à Sua Soberania.

Reino de Deus é uma expressão que tanto alude ao presente quanto ao futuro.

Reino – grego, basileia: um reino em que um rei governa soberanamente. Na forma abstrata, realeza. Na forma literal ou figurativamente, reino. (Strong).

Através da pregação do Evangelho do Reino e do nosso testemunho pessoal no dia a dia, o Reino de Deus é implantando em cada vida que se converte ao Senhor Jesus, aceitando-O como Salvador.

Assim a Igreja do Deus Vivo assemelha-se ao grão de mostarda. Fundou-se historicamente no dia de Pentecostes, com quase 120 pessoas. Cresceu. Desenvolveu-se, tornando-se uma árvore grande, sendo abrigo para todos, ricos e pobres, cultos e indoutos, grandes e pequenos, independente da nação da qual é natural.

Sabemos que o fermento altera o aspecto da massa, quando o usamos na culinária. De modo semelhante, neste aspecto, a bendita Palavra de Deus modifica a vida e o caráter de toda a humanidade e faz com que cresça no conhecimento da verdade. Diariamente, o Reino de Deus transforma incontáveis vidas em todo o mundo.

I – INTERPRETAÇÃO DAS PARÁBOLAS SOBRE O REINO DE DEUS

1 – A semente de mostarda

Registro que há mais de uma interpretação destas parábolas, proposta por comentaristas renomados.

Sinto-me inclinado a aceitar a mais coerente e revestida de simplicidade.

E é a minha, a linha do nosso irmão comentarista da CPAD, pastor Wagner Gaby. Estas duas parábolas são deixadas sem explicação por nosso Senhor Jesus.

“A Mostarda Comum da Palestina é Sinapis nigra , da ordem Cruciferae, a Mostarda Negra, que é abundantemente encontrada em estado selvagem, e também é cultivada nos jardins por sua semente. É o mesmo que a nossa própria mostarda, mas cresce especialmente nos solos mais ricos do vale do Jordão” (Comentário do Púlpito).  

De fato, a semente de mostarda é a menor de todas as sementes plantadas no campo.

Marcos 4.31 – “…é a mais pequena de todas as sementes que há na terra.”

Diz-se que é preciso juntar 750 sementes de mostarda para alcançar um grama de peso.

Ainda que assim seja, esta pequena semente é capaz de crescer a até de 3 a 4,5 metros, num período de poucas semanas.

2 – Os contrastes

Aparentemente, aos olhos humanos, o ministério terreno do Senhor Jesus teve um início pequeno, insignificante.

Era desconhecido de Israel, de origem social pobre, e começou a pregar à beira do mar da Galileia, reunindo em torno de Si um pequeno grupo de homens de condições sociais muito humildes, e ainda com uma mensagem simples:

Mateus 4.17 – “Desde então, começou Jesus a pregar e a dizer: Arrependei-vos, porque é chegado o Reino dos céus.”

Em verdade, o próprio Senhor Jesus disse:

“Não há profeta sem honra, senão na sua terra, entre os seus parentes e na sua casa.” – Marcos 6.4.

Porém, após sua gloriosa Ressurreição e a vinda do Espírito Santo, com a fundação histórica da Igreja no dia de Pentecostes, com quase 120 crentes, o Reino de Deus apresentou crescimento que hoje alcança a toda a Terra!

I Coríntios 1.27 e 28 – “Mas Deus escolheu as coisas loucas deste mundo para confundir as sábias; e Deus escolheu as coisas fracas deste mundo para confundir as fortes. E Deus escolheu as coisas vis deste mundo, e as desprezíveis, e as que não são para aniquilar as que são.”

O irmão e a irmão tem orado diariamente, “Venha a nós o Teu Reino”?

3 – As aparências enganam

Na primeira vinda do Senhor Jesus e o Reino de Deus entre os homens, era apenas uma pequena semente.

O Império Romano com os seus governadores soberbos desprezava e ridicularizava ao Reino de Deus. Era até muita ousadia chamar de Reino…

A liderança religiosa de Israel rejeitou e desdenhou.

Hoje, para citar somente o Brasil, o crescimento dos evangélicos é considerado um fenômeno social.

Em 1991, os evangélicos éramos 9% da população brasileira. No ano 2000, um novo Censo do IBGE constatou que o índice avançou para 15% dos brasileiros. No ano de 2010, saltou para 22%, e no de 2017, representava 32% da população brasileira.

Neste ano de 2018, a população brasileira estimada é de 208.494.900 pessoas, até julho. Ou seja, os evangélicos estão num número estimado de 66.718.368 pessoas.     

II – A EXPANSÃO DO REINO DE DEUS

1 – O campo de semeadura

Pastor Eliel Goulart

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUI e escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos também que conquistamos uma parceria missionária com os seguintes trabalhos evangelísticos:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;
  • Equipe Exército da Última Hora – Localizada na cidade de Porto Velho – RO – e que também executa o mesmo trabalho tanto na capital de Rondônia como nos arredores.

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada

Postado por ebd-comentada


Acesse os esboços por categorias


Copyright Março 2017 © EBD Comentada