Ensinando e fazendo Missões

Buscar no blog

Nossos Esboços Recentes

CPAD Adultos – 3º Trimestre de 2019 – 01-09-2019 – Lição 9: A mordomia do trabalho

29/08/2019

Este post é assinado por Eliel Goulart

Texto Áureo

“Porque, quando ainda estávamos convosco, vos mandamos isto: que, se alguém não quiser trabalhar, não coma também.” – II Tessalonicenses 3.10

Verdade Prática

O trabalho honesto, acompanhado da bênção de Deus, dignifica e enobrece o cristão.

LEITURA BÍBLICA EM CLASSE

II Tessalonicenses 3.6-13 

6 Mandamos-vos, porém, irmãos, em nome de nosso Senhor Jesus Cristo, que vos aparteis de todo irmão que andar desordenadamente e não segundo a tradição que de nós recebeu. 

7 Porque vós mesmos sabeis como convém imitar-nos, pois que não nos houvemos desordenadamente entre vós, 

8 nem, de graça, comemos o pão de homem algum, mas com trabalho e fadiga, trabalhando noite e dia, para não sermos pesados a nenhum de vós; 

9 não porque não tivéssemos autoridade, mas para vos dar em nós mesmos exemplo, para nos imitardes. 

10 Porque, quando ainda estávamos convosco, vos mandamos isto: que, se alguém não quiser trabalhar, não coma também. 

11 Porquanto ouvimos que alguns entre vós andam desordenadamente, não trabalhando, antes, fazendo coisas vãs. 

12 A esses tais, porém, mandamos e exortamos, por nosso Senhor Jesus Cristo, que, trabalhando com sossego, comam o seu próprio pão. 

13 E vós, irmãos, não vos canseis de fazer o bem.

INTRODUÇÃO

A paz do Senhor!

Todos os versículos citados são da Almeida Revista e Corrigida. Quando de outra versão, a mesma é mencionada.

As palavras usadas na Bíblia em referência ao trabalho, estão divididas em duas classes:

1 – Trabalho, no sentido neutro, sem implicação moral e sem implicação física. Este refere-se a Deus trabalhando na Criação, ou também quando faz relato geral de trabalho do homem nesta vida.

Trata-se do vocábulo hebraico melakak, com seis acepções possíveis, sendo a melhor definição justamente ´trabalho´. 

Gênesis 2.2 – “E, havendo Deus acabado no dia sétimo a sua obra, que tinha feito, descansou no sétimo dia de toda a sua obra, que tinha feito.”

Nesta tradução Almeida Revista e Corrigida, a palavra transliterada como ´obra´ tem o sentido de ´trabalho´. Inclusive noutras traduções ´trabalho´ é o termo usado.

O trabalho como referência geral, por exemplo, está em Êxodo 20.9 – “Seis dias trabalharás e farás toda a tua obra (melakak).”

Há 167 ocorrências deste termo hebraico no Antigo Testamento. (Strong e Léxico de Brown-Drives-Brigss).

No mesmo sentido, no Novo Testamento, temos o substantivo grego ergon. Denota: trabalho, emprego, tarefa. Ocorre com o sentido geral. Como empreendimento, ação, ato. (Vine).

2 – Subtendendo o trabalho como canseira, enfado, fadiga, labuta, luta e tristeza há outras palavras tanto no hebraico quanto no grego.  

Exemplo: Gênesis 31.42 – “Deus atendeu à minha aflição e ao trabalho (yegia) das minhas mãos e repreendeu-te ontem à noite.”

Yegia, substantivo hebraico, e ocorre 16 vezes no Antigo Testamento.

Outra palavra com os mesmos sentidos é a transliterada para o português como ´canseira´ no conhecido Salmo 90.10 – “A duração da nossa vida é de setenta anos, e se alguns, pela sua robustez, chegam a oitenta anos, o melhor deles é canseira (amal) e enfado, pois passa rapidamente, e nós voamos.” Amal, que ocorre 55 vezes no Antigo Testamento. (Strong e Léxico Brown-Drives-Brigss).

No Novo Testamento, o termo grego kopos ou kopiaó. Trabalho com o sentido de cansaço, com esforço exaustivo físico ou mental, com esgotamento. Ocorre 23 vezes no Novo Testamento. (Strong e Léxico Grego de Thayer).

E neste breve estudo da mordomia do trabalho, da administração, da gestão deste bem que o nosso bendito Deus nos concedeu, será exposto nestes dois aspectos, portanto: antes da Queda e após a queda. Porque a Queda é a linha divisora do conceito para nós: como princípio bíblico do ideal de Deus para o homem e como resultado penoso como consequência da Queda, na entrada do pecado no mundo.

I – O TRABALHO DE DEUS NA BÍBLIA

1 – O trabalho de Deus na criação do Universo

O trabalho tem sua origem, como instituição, em Deus.

Quando, no conselho dos tempos eternos, o nosso bendito Criador propôs-Se a criar todas as coisas, Ele executou um trabalho maravilhoso, e a Palavra do Senhor confirma isso, quando registrou em Gênesis 2.2 – “E, havendo Deus acabado no dia sétimo a sua obra, que tinha feito, descansou no sétimo dia de toda a sua obra, que tinha feito.”

O trabalho, portanto, de nosso Deus Criador, traz um significado de excelência ao dignificar o trabalho efetuado pelo homem, sendo imagem representativa da Obra de Deus em nós. Isto traz dignidade ao trabalho. E dignifica a quem trabalha.

Portanto, a origem do trabalho está em Deus e não em nós. Gênesis 1.1 – “No princípio, criou Deus os céus e a terra.” 

Nos dois primeiros capítulos de Gênesis há o registro por sete vezes de que Deus ´criou´ e, por doze vezes, há o registro de que Ele fez algo. Criar e fazer resumem o trabalho de Deus na Criação.

Uma breve explanação sobre a teoria do Big Bang. (Mencionada pelo comentarista da revista).

Trata-se de uma teoria muito popularizada sobre a origem do Universo, segundo a qual o cosmo veio a existir como resultado de uma explosão há 15 bilhões de anos. E desde esta explosão, o Universo se expande gradativamente e desenvolve-se seguindo as diretrizes condicionadas desde a sua origem.

Isto é ensinado e mais também, às nossas crianças, adolescentes e jovens nas escolas e faculdades, como algo consumado e incontestável.

Mas, mesmo entre os cientistas há resistências científicas, que ainda buscam alternativas de explicações da origem do Universo, fora de Deus.

Há a teoria da repercussão cósmica; ainda há a proposta da cosmologia plasmática, e mais a hipótese do tempo infinito de Hawking, e até há o argumento de uma tal erupção espontânea sem necessidade de causa.

(*) “Mesmo Einstein não foi capaz de encontrar uma explicação para a equação da relatividade geral que não exigisse um início ou um Criador para o universo. Mais tarde ele escreveu seu desejo de ´saber como Deus criou o universo´. Na verdade, até Hawking levanta a questão de quem ´deu partida às equações e detonou o universo.”.

“Após revisar as evidências de que o cosmos teve um início, o físico Edmund Whittaker concluiu: “É mais simples postular a criação ex nihilo – vontade divina constituindo a natureza do nada.” Até Jastrow, um agnóstico declarado, disse que `o fato de existirem coisas que eu ou qualquer outra pessoa chamaria de forças sobrenaturais em ação é agora, na minha opinião, cientificamente comprovado.” (Deus e a Astronomia, páginas 15 e 18).

“Jastrow acrescenta algumas palavras embaraçosas tanto para os astrônomos céticos quanto para teólogos liberais:

Agora percebemos como a evidência astronômica leva à visão bíblica da origem do mundo. Os detalhes diferem, mas os elementos essenciais nos registros astronômicos e bíblicos da gênese são os mesmos: a cadeia de eventos que leva ao homem começa repentina e drasticamente num determinado momento no tempo, numa explosão de luz e energia.” (Do livro ´A Causa Científica`, página 14).

Conclusão: “Os astrônomos modernos enfrentam novamente a evidência de Deus como Criador do cosmos. É interessante que é justamente isso a que o apóstolo Paulo se refere como a razão de serem ´indesculpáveis´”.

Romanos 1.19 e 20 – ” Porquanto o que de Deus se pode conhecer neles se manifesta, porque Deus lho manifestou. Porque as suas coisas invisíveis, desde a criação do mundo, tanto o seu eterno poder como a sua divindade, se entendem e claramente se veem pelas coisas que estão criadas, para que eles fiquem inescusáveis.”

(*) Norman Geisler (1932-2019), Enciclopédia de Apologética, verbete Big Bang.

2 – O trabalho de Deus na criação do homem

Neste subtópico, o comentarista expõe suscintamente a participação da Santíssima Trindade – Deus Pai, Deus Filho e Deus Espírito Santo – na obra da Criação, sobretudo, na criação do homem.

Vamos citar os mesmos versículos da Lição, porém, com subsídios devocionais deles.

Gênesis 2.7 – “E formou o Senhor Deus o homem do pó da terra e soprou em seus narizes o fôlego da vida; e o homem foi feito alma vivente.”

Observamos que o conhecimento que o versículo nos traz, de maneira saliente, é o de que o homem não é criado a partir do nada, mas é formado, ou seja, moldado.

Foi formado a partir do pó da terra, apontando a debilidade do homem. Mas, foi nesta formação frágil que o Senhor Deus soprou o fôlego de vida! Um dom direto de Deus! E o homem, então, foi feito alma vivente. Alma aqui, referindo-se à vida natural. A nossa superioridade em relação aos animais está justamente do fôlego de vida doado diretamente do Criador. Porque esta mesma expressão, ´alma vivente´, é referida também para os animais.

Assim o Senhor Deus trabalhou na nossa criação, dando-nos tanto a humildade do pó da terra, a lembrar-nos que “porquanto és pó e em pó te tornarás.” – Gênesis 3.19, quanto também nos deu a dignidade de o nosso corpo ser “templo do Espírito Santo”, que habita em nós, proveniente de Deus.

Colossenses 1.16 – “Porque nele foram criadas todas as coisas que há nos céus e na terra, visíveis e invisíveis, sejam tronos, sejam dominações, sejam principados, sejam potestades; tudo foi criado por ele para ele.”

Este versículo refere-se à Pessoa bendita do Senhor Jesus.

“Nele foram criadas” – a esfera da Criação.

“Tudo foi criado por ele” – o agente da Criação.

“Tudo foi criado… para ele.” – o alvo da Criação.

Leiam atentamente o versículo de Colossenses 1.16. O próprio Céu foi criado por e para o Senhor Jesus. Além da declaração afirmativa da existência de tal lugar – o céu – deste bendito lugar o Senhor Jesus é o centro! E esta obra de criação do céu, Ele a destinou como lugar para trazer os salvos a estarem com Ele, para passar a eternidade com Ele!

E também a terra é obra Dele. E esta terra foi o lugar escolhido por Ele para viver e morrer. O mesmo lugar para o Seu Povo viver e agir. Um lugar que será restaurado pelo Seu poder. Um lugar criado por Ele para a manifestação de Sua glória.

O homem foi criado através Dele, por Ele e para Ele. Efésios 2.10 – “Porque somos feitura sua, criados em Cristo Jesus…” A palavra ´feitura´ é transliterada do substantivo grego poiéma, com a breve definição de tecido pelas mãos do Criador. Um trabalho, uma obra feita pelas próprias mãos do Criador. Desta palavra, origina-se a nossa conhecida em português, ´ poema´. Somos esta obra prima de Deus. Somos obra de Suas mãos.

O Senhor Jesus é o centro de toda a Criação e Ele se fez um de nós! E como um de nós, Ele é a Cabeça de todos nós, e somos ligados a Ele por amor, por gratidão. E fez-nos, no mistério da encarnação, um com Ele! Por nós nasceu, morreu e fez-nos Seu amigo, co-herdeiros e adoradores para todo o sempre. Amém! 

A mesma inspiração de adoração está em Romanos 11.36 – “Porque dele, e por ele, e para ele são todas as coisas; glória, pois, a ele eternamente. Amém!”

Jó 33.4 – “O Espírito de Deus me fez; e a inspiração do Todo Poderoso me deu vida.”

Esta é uma verdade dita por Eliú, não somente para ele, mas para todo homem.

A nossa origem está fora de nós mesmos. O mais arrogante e autoconfiante dos homens, deve confessar finalmente que nunca poderia ter causado o seu próprio ser. “O Espírito de Deus me fez.”

A nossa origem está em Deus. O Espírito Santo é o Senhor e o Doador da vida. A nossa própria existência é mantida pelo Espírito de Deus. Nossa vida é uma inspiração celestial. Assim, desde a criação original e até hoje, na vida presente, “a inspiração do Todo Poderoso me deu vida.”

Meus amados, toda a criação revela a Deus. Mas, a criação do homem expressa a Deus. “Façamos o homem à nossa imagem…” – Gênesis 1.26.

O sopro do Todo Poderoso nos testemunha a doação da vida. O fato de sermos templo do Espírito Santo, a morada de Deus, prova e comprova que Ele vive em nós, trabalha em nós e por nós e, sobretudo, prova o Seu amor para conosco.

3 – Deus continua a trabalhar

Pastor Eliel Goulart

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUI e escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos também que conquistamos uma parceria missionária com os seguintes trabalhos evangelísticos:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;
  • Equipe Exército da Última Hora – Localizada na cidade de Porto Velho – RO – e que também executa o mesmo trabalho tanto na capital de Rondônia como nos arredores.

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada

Postado por ebd-comentada


Acesse os esboços por categorias


Copyright Março 2017 © EBD Comentada