Buscar esboços

Nossos Esboços

Central Gospel Jovens e Adultos – 1º Trimestre – 18/03/2018 – Lição 11: Mil Anos de paz, justiça e prosperidade

14/03/2018

Este post é assinado por Leonardo Novais de Oliveira 

TEXTO BÍBLICO BÁSICO

Apocalipse 20.2-6 

2 – Ele prendeu o dragão, a antiga serpente, que é o diabo e Satanás, e amarrou-o por mil anos.

3 – E lançou-o no abismo, e ali o encerrou, e pôs selo sobre ele, para que mais não engane as nações, até que os mil anos se acabem. E depois importa que seja solto por um pouco de tempo.

4 – E vi tronos; e assentaram-se sobre eles aqueles a quem foi dado o poder de julgar. E vi as almas daqueles que foram degolados pelo testemunho de Jesus e pela palavra de Deus, e que não adoraram a besta nem a sua imagem, e não receberam o sinal na testa nem na mão; e viveram e reinaram com Cristo durante mil anos.

5 – Mas os outros mortos não reviveram, até que os mil anos se acabaram. Esta é a primeira ressurreição.

6 – Bem-aventurado e santo aquele que tem parte na primeira ressurreição; sobre estes não tem poder a segunda morte, mas serão sacerdotes de Deus e de Cristo e reinarão com ele mil anos.

Isaías 11.6-9 

6 – E morará o lobo com o cordeiro, e o leopardo com o cabrito se deitará, e o bezerro, e o filho de leão, e a nédia ovelha viverão juntos, e um menino pequeno os guiará.

7 – A vaca e a ursa pastarão juntas, e seus filhos juntos se deitarão; e o leão comerá palha como o boi.

8 – E brincará a criança de peito sobre a toca da áspide, e o já desmamado meterá a mão na cova do basilisco.

9 – Não se fará mal nem dano algum em todo o monte da minha santidade, porque a terra se encherá do conhecimento do Senhor, como as águas cobrem o mar. 

TEXTO ÁUREO

E o Senhor será rei sobre toda a terra; naquele dia, um será o Senhor, e um será o seu nome (Zc 14.9). 

OBJETIVOS

Ao término do estudo bíblico, o aluno deverá:

  • Compreender as razões para a instauração do Milênio na terra;
  • Descrever as mudanças e/ou transformações feitas por Deus no mundo na dispensação milenial;
  • Entender que todos aqueles que têm fome e sede de justiça serão plenamente satisfeitos na dispensação milenial, em razão das transformações que ocorrerão na Terra.

PALAVRA INTRODUTÓRIA

Chegamos a um ponto muito importante no tocante às últimas coisas.

Aprendemos até o momento sobre o que acontecerá com a igreja a partir do arrebatamento, bem como o que acontecerá com as pessoas que ficarem na terra durante o período conhecido como tribulação.

Na lição de número 10, estudamos sobre a Batalha do Armagedon e nesta lição, trataremos a respeito do milênio, que literalmente serão mil anos de paz.

Desde os primórdios, o homem busca reestabelecer a paz entre os países, porém sem sucesso e biblicamente NUNCA conseguirá.

A ONU (Organização das Nações Unidas) tenta continuamente, de forma articulada, promover a paz, porém, sem sucesso.

Desde sua criação, em 1945, a ONU tem sido frequentemente chamada para que disputas não se transformassem em guerras, para que opositores se sentassem à mesa de negociações ou para restaurar a paz após a guerra.

Através das décadas, a ONU ajudou a acabar com diversos conflitos, normalmente via resoluções do Conselho de Segurança, o órgão principal das Nações Unidas nesta esfera.

Leiamos algumas passagens marcantes sobre a paz, oriundas de diversos pensadores ao longo do desenrolar da história humana: 

“Platão também sonhou com a paz. Ele imaginou a Terra dividida em dez reinos, que seriam distribuídos entre 10 filhos de Poseidon. Nunca haveria guerra. Uma Assembleia presidiria os interesses e um Tribunal julgaria seus litígios”. 

“Pierre Dubois, em 1305, na sua “De Recuperatione Terrae Santctae”sugeriu a fundação de uma República Cristã, no qual os Estados consagregariam em pé de igualdade, onde estabelecia o corpo de sua confederação sob a ascendência da França e dispondo ainda de um tribunal permanente de arbitragem para solver as divergências” (ITUASSÚ, P.86). 

“Dante, pregou a criação de uma “Monarquia Universal” (“De Monarchia”), onde o homem deveria viver sob um governo universal, fosse do papa ou do imperador, poder secular ou espiritual, em uma concepção tipicamente medieva”. (ITUASSÚ,P..86). 

“George de Podiebrad, Rei da Boêmia, tinha um projeto de manutenção da paz na Europa”. 

“Erasmo em 1517, no seu Elogio da Loucura, combatia toda a espécie de fanatismo, causa para ele, de todos os males. Já em “Querela Pacis”, após lembrar a fraternidade dos cristãos, advogava a ideia da prática da arbitragem como meio de solucionarem-se as disputas entre os Estados. A sua obra destinava-se a que uma paz durável fosse assinada entre os reis da Espanha e da França” (MELLO, P.447). 

“O Abade de Saint-Pierre, em 1713, busca a criação de uma Confederação Europeia, com Senado em Utrecht, com arbitragem ou mediação nos litígios” (DEL’OLMO, P.104). 

“Benthan, entre 1886 e 1887, na obra “Plano para uma Paz Universal e Perpétua” sugeria a formação de uma confederação que disporia de uma Dieta e de um Tribunal, decidindo os conflitos por arbitragem”. 

“Rosseau, publica em 1761, uma obra que resumia a de Saint Pierre, intitulada”Extrait Du projet de paix perpétuelle de Monsieur l’abbé de Saint-Pierre, par J.J. Rosseau, Citoyen de Genève. Tal obra não traz grandes contribuições, segundo Celso de Mello, ao Direito Internacional, salientando que a guerra nasce de um estado social, que a guerra está ligada aos despotismos, e aconselha as pequenas nações a fazerem uma federação, a fim de se defenderem dos fortes”. 

“Imannuel Kant, busca a Paz Perpétua com a Federação dos Estados Livres, em 1795” (DEL’OLMO, P.104). 

“Napoleão também aspirou à criação de um vasto império sob a hegemonia da França e de sua família, mas seu sonho terminou em Waterloo. Derrotado, os países reuniram-se no Congresso de Viena (18.11.1814 a 09.06.1815) com a finalidade de estabelecer uma nova ordem baseada no princípio do equilíbrio europeu” (ARAÙJO, P.274). 

“Alberto Torres no Brasil, em 1909, objetivando a consecução da paz universal, escreveu o livro “ Vers la Paix”.

Muitos outros manifestaram-se favoravelmente à criação de um ou vários organismos disciplinadores das relações internacionais e mantenedores da paz universal. Deixaram de alcançar seus objetivos, talvez por estarem adiantados em seu tempo ou por já terem nascidos pejados de interesses subalternos.

A Bíblia nos mostra um texto extremamente marcante sobre a paz, que será reestabelecida por Cristo, durante o período conhecido como Milênio, leiamos:

“E julgará entre muitos povos, e castigará nações poderosas e longínquas, e converterão as suas espadas em pás, e as suas lanças em foices; uma nação não levantará a espada contra outra nação, nem aprenderão mais a guerra” (Mq 4.3). GRIFO NOSSO.

É sobre este período que estudaremos nesta lição. 

1 – TEMPO DE MILAGRES E TRANSFORMAÇÕES

Vejamos algumas definições de milagre:

1) Dicionário Priberam:

  • Fato sobrenatural oposto às leis da Natureza.
  • Portento, maravilha, prodígio. 

2) Wikipedia:

“Em acepção geralmente empregada, milagre ou miráculo[Ref. 2](do latim miraculum, do verbo mirare, “maravilhar-se”) é um acontecimento dito extraordinário que, à luz dos sentidos e conhecimentos até então disponíveis, não possuindo explicação científica ainda conhecida, dá-se de forma a sugerir uma violação das leis naturais que regem os fenômenos ordinários” 

3) Dicionário Vine:

  1. dunamis (õúva|ii<;), “poder, habilidade inerente” é usado acerca de feitos de origem e caráter sobrenaturais, visto que não podem ser produzidos pelos agentes e meios naturais. É encontrado em At 2.22 (“maravilhas”); At 8.13 (onde leituras variantes dão às palavras em ordem diferente): At 19.11: 1 Co 12.10,28,29: Gl 3.5; Hb2.4. Em Gl 3.5, a palavra pode ser tomada em seu sentido mais amplo, incluindo “milagres” tanto físicos quanto morais.
  2. semeion (a q ^ e io v), “sinal, marca, prova” (cognato de semainõ, “dar sinal”; sema, ‘‘sinal” ), é usado para se referir a “milagres” e maravilhas como sinais de autoridade divina (Lc 23.8; At 4.16.22); mais normalmente, o seu significado mais apropriado é dado por “sinal” (por exemplo. Mt 12.38,39, e em todas as ocorrências nos Evangelhos Sinóticos, menos em Lc 23.8): no Evangelho de João ocorre, por exemplo, em Jo 2.11.23; 3.2; 4.54; 6.2,14,26; 7.31; 9.16; 10.41; 11.47; 12.18,37; cm Atos, aparece, por exemplo, cm At 6.8; 8.6; 15.12; em outros lugares, só é encontrado em Ap 13.14; 16.14; 19.20.

4) C.S. Lewis:

“Uma interferência na natureza por um poder sobrenatural” (Miracles, p. 15).

Em suma, milagre é algo sobrenatural, impossível de ser realizado por simples mortais, salvo, quando estes são “usados” por Deus como instrumentos para realiza-los.

Voltar a viver como no Jardim do Éden, antes do pecado, seria uma condição de extremo milagre e é exatamente isto o que vivenciaremos durante o Milênio, ou seja, durante o Milênio, os milagres serão uma constante. 

1.1 – Milagres na Natureza

Leiamos o texto bíblico para esta lição em outra tradução:

“O lobo viverá com o cordeiro, o leopardo se deitará com o bode, o bezerro, o leão e o novilho gordo pastarão juntos; e uma criança os guiará. A vaca se alimentará com o urso, seus filhotes se deitarão juntos, e o leão comerá palha como o boi. A criancinha brincará perto do esconderijo da cobra, a criança colocará a mão no ninho da víbora. Ninguém fará nenhum mal, nem destruirá coisa alguma em todo o meu santo monte, pois a terra se encherá do conhecimento do Senhor como as águas cobrem o mar” (Is 11.6-9 – NVI).

Imaginem um leão “convivendo” com um novilho sem “desejar” comê-lo, imaginem este animal carnívoro, alimentando-se de palha como o boi, este será um milagre envolvendo a natureza.

Nos dias hodiernos, uma das maiores preocupações dos governantes é a possível falta de água potável para a população.

A cidade de São Paulo (SP), vive a cada ano um dilema no tocante a este assunto, pois os rios que abastecem tal cidade estão baixando de forma abrupta. Veja a foto abaixo, tirada em 2015.

Ponte sobre a represa de Atibainha, parte do Sistema Cantareira, com margens bastante expostas devido à seca no estado de São Paulo, em Nazaré Paulista (Foto: Nacho Doce/Reuters).

Durante o milênio, TODAS as fontes de águas do planeta terra serão restauradas à sua “potência máxima”, o Senhor fará isto…

Leiamos um texto escrito pelo profeta Isaías:

“No dia do grande massacre, quando caírem as torres, regatos de água fluirão sobre todo monte elevado e sobre toda colina altaneira” (Is 30.25 – NVI). 

Alguns teólogos, inclusive este que vos escreve, acreditam que haverá um “nivelamento” da terra, com base no que escreveu o profeta Isaías, no capítulo 40 e versículo 4: 

“Todos os vales serão levantados, todos os montes e colinas serão aplanados; os terrenos acidentados se tornarão planos; as escarpas, serão niveladas” (Is 40.4 – NVI).

Leiamos outros textos de Isaías:

“O deserto e a terra ressequida se regozijarão; o ermo exultará e florescerá como a tulipa; irromperá em flores, mostrará grande regozijo e cantará de alegria. A glória do Líbano lhe será dada, como também o resplendor do Carmelo e de Sarom; verão a glória do Senhor, o resplendor do nosso Deus” (Is 35.1,2 – NVI).

“Os animais do campo me honrarão, os chacais e os avestruzes; porque porei água no deserto, e rios no ermo, para dar a beber ao meu povo, ao meu escolhido” (Is 43.20 – NVI).

O profeta Ezequiel nos mostra que a existirá um rio que afluirá no mar e o “alimentará”, leiamos:

“O homem levou-me de volta à entrada do templo, e vi água saindo de debaixo da soleira do templo e indo para o leste, pois o templo estava voltado para o oriente. A água descia de debaixo do lado sul do templo, ao sul do altar. Ele então me levou para fora, pela porta norte, e conduziu-me pelo lado de fora até a porta externa que dá para o leste, e a água fluía do lado sul. O homem foi para o lado leste com uma linha de medir na mão, e, enquanto ia, mediu quinhentos metros e levou-me pela água, que batia no tornozelo. Ele mediu mais quinhentos e levou-me pela água, que batia na cintura. Mediu mais quinhentos e levou-me pela água, que chegava ao joelho. Mediu mais quinhentos, mas agora era um rio que eu não conseguia atravessar, porque a água havia aumentado e era tão profunda que só se podia atravessar a nado; era um rio que não se podia atravessar andando. Ele me perguntou: “Filho do homem, você vê isto? ” Levou-me então de volta à margem do rio. Quando ali cheguei, vi muitas árvores em cada lado do rio. Ele me disse: “Esta água flui na direção da região situada a leste e desce até a Arabá, onde entra no Mar. Quando deságua no Mar, a água ali será saneada. Por onde passar o rio haverá todo tipo de animais e de peixes. Porque essa água flui para lá e saneia a água salgada; de modo que onde o rio fluir tudo viverá. Pescadores estarão ao longo do litoral; desde En-Gedi até En-Eglaim haverá locais próprios para estender as redes. Os peixes serão de muitos tipos, como os peixes do mar Grande” (Ez 47.1-10 – NVI).

1.1.1. Milagres no mundo animal

No Milênio NENHUM animal será “presa” de outro, pois como já estudamos acima, os animais carnívoros transformar-se-ão em herbívoros.

Por Leonardo Novais de Oliveira

COMUNICADO IMPORTANTE

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos também que conquistamos uma parceria missionária com os seguintes trabalhos evangelísticos:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;
  • Equipe Exército da Última Hora – Localizada na cidade de Porto Velho – RO – e que também executa o mesmo trabalho tanto na capital de Rondônia como nos arredores.

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e ainda continuar estudando a lição conosco…

Decidimos unir o Ensino com Missões e assim, alavancar recursos financeiros para contribuir com esses projetos.

Cada um de nós poderemos contribuir com o site ebdcomentada.com e com as obras de missões citadas, realizando o cadastro como assinante e escolhendo o plano que achar conveniente.

Optamos por oferecer valores acessíveis para que todos continuem a desfrutar dos nossos esboços e ao mesmo tempo AJUDAR a obra missionária, portanto a EBD Comentada, juntamente com você estará ao mesmo tempo ENSINANDO e FAZENDO MISSÕES.

Contamos com a ajuda de todos para mantermos este trabalho que tem auxiliado milhares de professores no Brasil e no mundo.

“Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” (Mt 28.19 – ARC).

Qualquer dúvida referente aos planos ou mesmo depois de adquiri-lo, surgir algum problema, entre em contato conosco (contato@ebdcomentada.com.br)

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada


Comentários

  • Luciana Alves da Silva Duarte disse:

    Preciso saber o valor da assinatura

    1. claudio-roberto disse:

      Paz do Senhor!

      Agradecemos o seu interesse no trabalho que realizamos.

      Segue o link contendo os planos e os seus valores.

      http://ebdcomentada.gdigital.com.br/planos/

      Lembrando que os nossos assinantes, se tornam automaticamente parceiros missionários, pois parte da arrecadação é direcionada para dois trabalhos de missões.

      Deus abençoe!

  • Pedro Jonas disse:

    Seu estudo são demais, são tremendos. Porém gostaria que o Sr me enviasse a continuação deste esboço: mil anos de paz,justiça e prosperidade / central gospel/ 1 trimestre de 2018/ lição 11/ aula que será realizada dia 18/03/2018. Por favor querido e que Deus o abençoe.

    1. claudio-roberto disse:

      Paz do Senhor

      Agradecemos o seu contato e o seu elogio.
      Respondi em seu e-mail.

      Deus abençoe!

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado


Copyright Março 2017 © EBD Comentada