Ensinando e fazendo Missões

Buscar no blog

Nossos Esboços Recentes

Betel Jovens – 4º Trimestre de 2018 – 04-11-2018 – Lição 5: Iniciando a segunda viagem missionária

29/10/2018

Esse post é assinando por Carlos Henrique Soares

TEXTO DE REFERÊNCIA

E Paulo, tendo escolhido a Silas, partiu, encomendado pelos irmãos à graça de Deus.

E passou pela Síria e Cilícia, confirmando as igrejas. 

At 15:40,41

E chegou a Derbe e Listra. E eis que estava ali um certo discípulo por nome Timóteo, filho de uma judia que era crente, mas de pai grego;

Do qual davam bom testemunho os irmãos que estavam em Listra e em Icônio.

Paulo quis que este fosse com ele; e tomando-o, o circuncidou, por causa dos judeus que estavam naqueles lugares; porque todos sabiam que seu pai era grego.
E, quando iam passando pelas cidades, lhes entregavam, para serem observados, os decretos que haviam sido estabelecidos pelos apóstolos e anciãos em Jerusalém.
De sorte que as igrejas eram confirmadas na fé, e cada dia cresciam em número.

E, passando pela Frígia e pela província da Galácia, foram impedidos pelo Espírito Santo de anunciar a palavra na Ásia.

E, quando chegaram a Mísia, intentavam ir para Bitínia, mas o Espírito não lho permitiu.

E, tendo passado por Mísia, desceram a Trôade.      

At 16:1-8

VERSÍCULO DO DIA

E Paulo, tendo escolhido a Silas, partiu, encomendado pelos irmãos à graça de Deus.

At 15.40

OBJETIVOS DA LIÇÃO

  • Entender – O objetivo de Paulo nesta viagem;
  • Conhecer– O novo companheiro de Paulo;
  • Descobrir – O quanto a viagem de Paulo edificou as igrejas que ele visitou.

INTRODUÇÃO

Lançadas as estacas da verdade, é hora de estender o toldo da obra missionária. A agenda missionária deveria contemplar os confins da terra. Novos horizontes precisavam ser alcançados.

A iniciativa da segunda viagem missionária é de Paulo (At 15.36). Seu zelo pastoral o constrange a voltar à mesma região da primeira viagem antes de alargar a tenda para outros rincões.

1 – UM NOVO COMPANHEIRO

Paulo e Barnabé concordavam sobre a importância da viagem, mas não sobre a formação da “equipe”. Vemos aqui dois homens dedicados que acabaram de ajudar a promover a união dentro da igreja e que, no entanto, não conseguiam resolver suas diferenças!

Por mais perturbadores e dolorosos que sejam esses conflitos, aparecem com frequência na história da Igreja; no entanto, Deus predomina sobre eles e realiza seus propósitos. Deus é soberano em suas ações. 

1.1 – Uma nova escolha

A obra de Deus é perfeita; mas os seus obreiros, não. Barnabé quer dar uma segunda chance ao jovem João Marcos, seu primo, que havia abandonado a primeira viagem missionária; e, Paulo, de forma intransigente e radical, não achou justo levá-lo depois de uma experiência fracassada.

Barnabé, coerente com seu nome, cujo significado é “filho da consolação” prefere indispor-se com Paulo a desistir de João Marcos. Houve tal desavença entre Paulo e Barnabé que não puderam caminhar juntos na segunda viagem missionária.

A providência de Deus é maior do que nossos fracassos, e a graça de Deus, maior que os nossos pecados. Por causa dessa desavença, em vez de uma caravana missionária, temos duas.

Os obreiros podem errar, mas os propósitos de Deus jamais podem ser frustrados. Barnabé e João Marcos avançam na direção de Chipre (At 15.39), e Paulo escolhe Silas. Encomendados pelos irmãos da Síria à graça do Senhor passam pela Síria e Cilicia, confirmando as igrejas.

1.2 – Silas

Como novo companheiro de viagem e ministério, Paulo escolheu Silas, um dos líderes da igreja, um profeta (At 15:22,32) e escolhido para transmitir as igrejas as decisões da assembleia de Jerusalém (At 15:27). O nome “Silas” e, provavelmente, uma versão grega do nome Saulo.

Foi coautor com Paulo das Epistolas aos Tessalonicenses (At 15:36-16:40) e secretário de Pedro quando este escreveu sua primeira epistola (1 Pe 5:12). Como Paulo, também era cidadão romano (At 16:37).

Deus usa diferentes obreiros, mas sua obra prossegue. Agora, em vez de uma equipe missionaria, havia duas!

Se Deus dependesse de pessoas perfeitas para realizar sua obra, jamais conseguiria fazer coisa alguma. Nossas limitações e imperfeições são bons motivos para dependermos da graça de Deus, pois nossa suficiência vem somente dele (2 Co 3:5).

2 – NOVOS RUMOS 

Por Carlos Henrique Soares

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUI e escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos também que conquistamos uma parceria missionária com os seguintes trabalhos evangelísticos:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;
  • Equipe Exército da Última Hora – Localizada na cidade de Porto Velho – RO – e que também executa o mesmo trabalho tanto na capital de Rondônia como nos arredores.

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada

Postado por ebd-comentada


Acesse os esboços por categorias


Copyright Março 2017 © EBD Comentada