Ensinando e fazendo Missões

Buscar no blog

Nossos Esboços Recentes

Betel Jovens – 3º Trimestre de 2019 – 04-08-2019 – Lição 5: A soberania de Deus

30/07/2019

Esse post é assinado por Carlos Henrique Soares

TEXTO DE REFERÊNCIA

10 Senhor desfaz os planos e projetos das nações que não O obedecem,

11 mas o seu próprio plano é eterno, não pode ser modificado. As suas decisões serão mantidas para sempre.

12 Feliz é o povo que tem o Senhor como seu Deus, o povo que Ele escolheu para ser exclusivamente seu.

13 Lá do céu, do santo lugar onde vive, o Senhor olha para a terra,

14 e observa a vida de todos os homens.

15 Ele fez cada um de nós e conhece cada coração, e tudo quanto fazemos.

16 O melhor exército do mundo não basta para proteger a vida de um rei; ser forte e corajoso não chega para salvar o homem.

17 Um belo cavalo, treinado para a batalha, não é garantia de vitória, apesar da sua grande força.

18 Mas os olhos do Senhor vigiam e protegem os que obedecem a Ele e dependem completamente do seu grande amor.

19 Quando estiverem correndo perigo de vida, quando houver fome na terra, eles serão salvos pelo Senhor! Sl 33.10-19.

VERSÍCULO DO DIA

É melhor ter pouco e obedecer ao Senhor do que possuir as grandes riquezas dos homens maus, Sl 37.16

OBJETIVOS DA LIÇÃO

  • Conhecer o significado de soberano;
  • Compreender que Deus é soberano sobre todas as coisas;
  • Aprender que, mesmo Deus sendo soberano sobre todas as coisas, permite o homem fazer suas decisões.

INTRODUÇÃO

Este esboço será uma benção em sua vida, pois estudaremos uma lição especial, se entendida de fato.

A soberania de Deus é Seu poder e domínio sobre toda a criação. Tudo que existe está debaixo do poder de Deus. Nada acontece sem a Sua permissão e nada pode impedi-lo de cumprir Seus planos.

1 – A SOBERANIA

Charles Hodge diz que a soberania, mais do que um atributo, é uma questão de justiça. Seria injusto Deus ser qualquer coisa menos que soberano.

Ele é o criador de todas as coisas, ele é perfeito, ele tem todo conhecimento e sabedoria.

1.1 – Deus soberano

Deus é o soberano, o Rei, a autoridade suprema sobre tudo que existe e acontece. Ele criou tudo de acordo com Sua vontade e fez planos que não podem ser destruídos (Sl 33:10-11).

Como soberano, Ele estabelece as leis de nosso mundo e garante a aplicação da justiça. Ele também tem poder para perdoar e interferir no mundo quando e como quer. Esse é o significado da soberania de Deus.

1.2 – A santificação

Santo, santo, santo é o SENHOR dos Exércitos; toda a terra está cheia da   sua glória” (Is 6:3).

Com estas palavras, os serafins louvaram a Deus por sua perfeita santidade. Oitocentos anos depois, João viu, numa visão semelhante, os quatro seres viventes proclamando: “Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Todo-Poderoso” (Ap 4:8).

Talvez a única outra característica de Deus que tem a mesma importância de sua santidade seja seu amor (1 Jo 4:8).

De Gênesis ao Apocalipse, as Escrituras enfatizam a santidade de Deus. É um aspecto de sua natureza que nós devemos estudar muito e frequentemente.

Santo quer dizer “separado”. Deus é separado de nós em dois sentidos. Primeiro, ele é o Criador e nós somos suas criaturas. Ana louvou o Deus único, porque “É o que tira a vida e a dá” (1 Sm 2:2,6). Esta diferença excede nossa imaginação. Como Criador, ele está acima de todos os povos (Sl 99:1-3). Isaías fala da grandeza de Deus em relação à criação. Ele é “o eterno Deus, o SENHOR, o Criador…” (Is 40:28). No mesmo capítulo, Deus desafia suas criaturas com estas palavras: “A quem, pois, me comparareis para que eu lhe seja igual? — diz o Santo” (Is 40:25). A conclusão importante de Isaías é que as criaturas não são nada em comparação com o Criador:

Eis que as nações são consideradas por ele como um pingo que cai de um balde e como um grão de pó na balança; as ilhas são como pó fino que se levanta. Nem todo o Líbano basta para queimar, nem os seus animais, para um holocausto. Todas as nações são perante ele como coisa que não é nada; ele as considera menos do que nada, como um vácuo. Com que comparareis a Deus? Ou que coisa semelhante confrontareis com ele?” (Is 40:15-18).

Deus é separado de nós porque ele nos criou do nada.

O segundo sentido em que Deus é santo trata de sua relação com o pecado. Ele é puro e certo, acima de todo pecado e toda maldade. Por esse motivo, ele é separado dos homens pecadores.

“Então, Josué disse ao povo: Não podereis servir ao SENHOR, porquanto é Deus santo, Deus zeloso, que não perdoará a vossa transgressão nem os vossos pecados. Se deixardes o SENHOR e servirdes a deuses estranhos, então, se voltará, e vos fará mal, e vos consumirá, depois de vos ter feito bem” (Js 24:19-20).

Deus é separado de nós porque ele nos criou com livre arbítrio, e nós decidimos pecar. Deus nos convida a ser santos, livres do pecado, pela graça e pelo amor dEle (1 Pe 1:15-16).

2 – LIVRE ARBITRIO E SOBERANIA DE DEUS

Pr. Carlos Henrique Soares

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUIe escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos também que conquistamos uma parceria missionária com os seguintes trabalhos evangelísticos:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;
  • Equipe Exército da Última Hora – Localizada na cidade de Porto Velho – RO – e que também executa o mesmo trabalho tanto na capital de Rondônia como nos arredores.

CLIQUE AQUIpara ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada

Postado por ebd-comentada


Acesse os esboços por categorias


Copyright Março 2017 © EBD Comentada