Ensinando e fazendo Missões

Buscar no blog

Nossos Esboços Recentes

Betel Jovens – 2º Trimestre de 2019 – 26-05-2019 – Lição 8: Exaltando o Rei da Glória

20/05/2019

Esse post é assinado por Carlos Henrique Soares

TEXTO DE REFERÊNCIA

1 Do Senhor é a terra e tudo o que nela existe, o mundo e os que nele vivem;

2 pois foi ele quem fundou-a sobre os mares e firmou-a sobre as águas.

3 Quem poderá subir o monte do Senhor? Quem poderá entrar no seu Santo Lugar?

4 Aquele que tem as mãos limpas e o coração puro, que não recorre aos ídolos nem jura por deuses falsos.

5 Ele receberá bênçãos do Senhor, e Deus, o seu Salvador lhe fará justiça.

6 São assim aqueles que o buscam, que buscam a tua face, ó Deus de Jacó. Pausa

7 Abram-se, ó portais; abram-se, ó portas antigas, para que o Rei da glória entre.

8 Quem é o Rei da glória? O Senhor forte e valente, o Senhor valente nas guerras.

9 Abram-se, ó portais; abram-se, ó portas antigas, para que o Rei da glória entre.

10 Quem é esse Rei da glória? O Senhor dos Exércitos; ele é o Rei da glória! Pausa. Sl 24.1-10   

VERSÍCULO DO DIA

Quem é esse Rei da glória? O Senhor dos Exércitos; ele é o Rei da glória! Pausa. Sl 24.10                                         

OBJETIVOS DA LIÇÃO

  • Conhecer alguns tributos de Deus;
  • Entender como os salmos revelam ao Senhor;
  • Compreender que só há um Deus Todo Poderoso.

INTRODUÇÃO

Paz do Senhor!

“O Messias sofre, mas triunfa”. Esta é a epígrafe do Salmos 22 escrito por Davi. Pelo título nada aprendemos senão sua autoria, que é interessante e nos leva a observar as maravilhosas operações do Espírito sobre a mente do doce cantor de Israel, capacitando-o a tocar a corda lamentosa no salmo 22, a despejar gentis notas de paz no salmo 23, e aqui a pronunciar tons majestosos e triunfais.

Podemos fazer ou cantar todas as coisas quando o Senhor nos fortalece. Este hino sacro provavelmente foi escrito para ser cantado quando a arca da aliança foi tirada da casa de Obede-Edom, para permanecer dentro de cortinas sobre o monte de Sião.

As palavras não são impróprias para a dança sagrada de alegria na qual Davi foi à frente ao caminho naquela ocasião jubilosa. O olho do salmista olhava, no entanto, além da subida típica da arca para a sublime ascensão do Rei da glória. Nós o chamaremos O CANTO DA ASCENSÃO para reforçar o que anteriormente o Salmo 15 quis nos dizer; porque ambos questionam: ”quem é digno de entrar na presença do Senhor?” e os dois possuem o cuidado de respondê-la com precisão e fé.

1 – ELE É O REI DA GLÓRIA

10 para que ao nome de Jesus se dobre todo joelho, no céu, na terra e debaixo da terra,

11 e toda língua confesse que Jesus Cristo é o Senhor, para a glória de Deus Pai.

12 Assim, meus amados, como sempre vocês obedeceram, não apenas em minha presença, porém muito mais agora na minha ausência, ponham em ação a salvação de vocês com temor e tremor, Fl 2.10-12.

Estes versículos são possivelmente de um hino que se cantava na igreja primitiva. A passagem apresenta vários paralelos com a profecia do servo sofredor em Isaías 53. Como hino, não significa que fora uma declaração completa da natureza e obra de Cristo. Entretanto, várias características chave do Jesus cristo se deduzem desta passagem:

(1) existiu sempre com Deus;

(2) é igual a Deus porque é Deus (Jo 1:1; Cl 1:15-19);

(3) embora seja Deus, converteu-se em homem para cumprir o plano divino de salvação para a gente;

(4) não só tinha aparência de homem, em realidade se converteu em homem para identificar-se com nossos pecados;

(5) voluntariamente se despojou de seus direitos divinos, privilégios e posição, mais à frente do amor de seu Pai;

(6) morreu na cruz por nossos pecados, para que não tivéssemos que enfrentar a morte eterna;

(7) Deus o glorificou por sua obediência;

(8) Deus o levantou sua posição original à mão direita do Pai, de onde reinará por sempre como nosso Senhor e Juiz. O que podemos fazer menos que lhe adorar e consagrar nossas vidas a seu serviço?

1.1 – O homem separado de Deus

23 pois todos pecaram e estão destituídos da glória de Deus. Rm 3.23

Alguns pecados parecem ser muito maiores que outros porque suas consequências são maiores. O homicídio, por exemplo, parece-nos que é pior que o ódio, e o adultério ao parecer é pior que a luxúria. Mas isto não significa que nós merecemos a vida eterna porque nossos pecados são de menor envergadura. Qualquer pecado nos converte em pecadores e nos separa de nosso Deus santo. Qualquer pecado, portanto, conduz à morte (porque nos incapacita para viver com Deus) por grande ou pequeno que o pecado pareça. Não minimize os pecados “pequenos” nem valorize com excesso os “grandes”. Todos nos separam de Deus, mas também todos podem ser perdoados por Jesus Cristo.

24 sendo justificados gratuitamente por sua graça, por meio da redenção que há em Cristo Jesus. Rm 3.24

1.2 – O único digno

18 Ninguém a tira de mim, mas eu a dou por minha espontânea vontade. Tenho autoridade para dá-la e para retomá-la. Esta ordem recebi de meu Pai”. Jo 10.18

18 Então, Jesus aproximou-se deles e disse: “Foi-me dada toda a autoridade no céu e na terra. Mt 28.18

18 Sou aquele que vive. Estive morto, mas agora estou vivo para todo o sempre! E tenho as chaves da morte e do Hades.

Ap 1.18

O ensinador Dennis Allan, afirma que as Escrituras nos lembram, de capa a capa, que Deus merece a glória, a honra e o louvor. Quando João viu a cena impressionante de Deus no seu trono celestial, ele ouviu os 24 anciãos proclamando: “Tu és digno, Senhor e Deus nosso, de receber a glória, a honra e o poder, porque todas as coisas tu criaste, sim, por causa da tua vontade vieram a existir e foram criadas” (Apocalipse 4:11). O capítulo seguinte introduz o Leão de Judá, o Cordeiro de Deus, e lhe oferece a mesma adoração: “Digno é o Cordeiro que foi morto de receber o poder, e riqueza, e sabedoria, e força, e honra, e glória, e louvor” (5:12). O capítulo encerra-se com a adoração, por parte de todas as criaturas, dirigida ao Pai e ao Cordeiro.

O louvor não é para nós; é para Deus. O ponto principal do louvor, mesmo aqui na terra, não deve ser para agradar aos homens, e sim a Deus. Não cantamos para impressionar os homens, mulheres ou jovens que participam do culto; cantamos para oferecer o nosso sacrifício – dos lábios e dos corações – ao Senhor que nos criou e que nos redimiu.

Se o louvor for, de fato, oferecido a Deus, os adoradores se preocuparão com a vontade dele. Adoraremos conforme as instruções dele, não conforme as nossas próprias preferências. E, como os servos de Deus no céu, nosso louvor será contínuo. Diz das criaturas mais próximas do trono de Deus: “Não têm descanso, nem de dia nem de noite, proclamando: Santo, Santo, Santo é o Senhor Deus, o Todo-Poderoso”.

Levantemos as nossas vozes para participar do louvor eterno do Todo-Poderoso.

Jesus Cristo o Rei eterno Glória a Deus. Abram-se as portas o rei está chegando.

2 – O SENHOR CUIDA DOS SEUS

Pr. Carlos Henrique Soares

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUI e escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos também que conquistamos uma parceria missionária com os seguintes trabalhos evangelísticos:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;
  • Equipe Exército da Última Hora – Localizada na cidade de Porto Velho – RO – e que também executa o mesmo trabalho tanto na capital de Rondônia como nos arredores.

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada

Postado por ebd-comentada


Acesse os esboços por categorias


Copyright Março 2017 © EBD Comentada