Ensinando e fazendo Missões

Buscar no blog

Nossos Esboços Recentes

Betel Jovens – 2º Trimestre de 2019 – 19-05-2019 – Lição 7: Um Salmo messiânico

14/05/2019

Este post é assinado por Carlos Henrique Soares

TEXTO DE REFERÊNCIA

Salmos 22

1 Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Por que te alongas das palavras do meu bramido e não me auxilias?

2 Deus meu, eu clamo de dia, e tu não me ouves; de noite, e não tenho sossego.

3 Porém tu és Santo, o que habitas entre os louvores de Israel.

4 Em ti confiaram nossos pais; confiaram, e tu os livraste.

5 A ti clamaram e escaparam; em ti confiaram e não foram confundidos.

6 Mas eu sou verme, e não homem, opróbrio dos homens e desprezado do povo.

7 Todos os que me veem zombam de mim, estendem os lábios e meneiam a cabeça, dizendo:

8 Confiou no SENHOR, que o livre; livre-o, pois nele tem prazer.

9 Mas tu és o que me tiraste do ventre; o que me preservaste estando ainda aos seios de minha mãe.

10 Sobre ti fui lançado desde a madre; tu és o meu Deus desde o ventre de minha mãe.

11 Não te alongues de mim, pois a angústia está perto, e não há quem ajude.

12 Muitos touros me cercaram; fortes touros de Basã me rodearam.

13 Abriram contra mim suas bocas, como um leão que despedaça e que ruge.

14 Como água me derramei, e todos os meus ossos se desconjuntaram; o meu coração é como cera e derreteu-se dentro de mim.

15 A minha força se secou como um caco, e a língua se me pega ao paladar; e me puseste no pó da morte.

16 Pois me rodearam cães; o ajuntamento de malfeitores me cercou; traspassaram-me as mãos e os pés.

17 Poderia contar todos os meus ossos; eles veem e me contemplam.

18 Repartem entre si as minhas vestes e lançam sortes sobre a minha túnica.

19 Mas tu, SENHOR, não te alongues de mim; força minha, apressa-te em socorrer-me.

20 Livra a minha alma da espada e a minha predileta, da força do cão.

21 Salva-me da boca do leão; sim, ouve-me desde as pontas dos unicórnios.

22 Então, declararei o teu nome aos meus irmãos; louvar-te-ei no meio da congregação.

23 Vós que temeis ao SENHOR, louvai-o; todos vós, descendência de Jacó, glorificai-o; e temei-o todos vós, descendência de Israel.

24 Porque não desprezou nem abominou a aflição do aflito, nem escondeu dele o seu rosto; antes, quando ele clamou, o ouviu.

25 O meu louvor virá de ti na grande congregação; pagarei os meus votos perante os que o temem.

26 Os mansos comerão e se fartarão; louvarão ao SENHOR os que o buscam; o vosso coração viverá eternamente.

27 Todos os limites da terra se lembrarão e se converterão ao SENHOR; e todas as gerações das nações adorarão perante a tua face.

28 Porque o reino é do SENHOR, e ele domina entre as nações.

29 Todos os grandes da terra comerão e adorarão, e todos os que descem ao pó se prostrarão perante ele; como também os que não podem reter a sua vida.

30 Uma semente o servirá; falará do Senhor de geração em geração.

31 Chegarão e anunciarão a sua justiça ao povo que nascer, porquanto ele o fez. (ARC)

VERSÍCULO DO DIA

Salmos 22:1

1 Deus meu, Deus meu, por que me desamparaste? Por que te alongas das palavras do meu bramido e não me auxilias? (ARC)

OBJETIVOS DA LIÇÃO

  • Comparar o sofrimento de Davi e de Cristo;
  • Entender que o Salmo 22 tem cunho profético;
  • Compreender que toda a Bíblia foi inspirada por Deus.

INTRODUÇÃO

Paz do Senhor!

Davi fez uma descrição surpreendentemente acertada do sofrimento que o Messias suportaria centenas de anos mais tarde. Este salmo é o primeiro daqueles que às vezes são chamados de Salmos da Paixão.

O uso da exclamação introdutória por Cristo na cruz e a espantosa fraseologia dos versículos 6-8 e 13-18, tornou este salmo especialmente importante para os cristãos. Entendamos…

1 – UM GRANDE SOFRIMENTO

Observando o Salmos 22, notamos que há dentro de Davi uma estranha mistura de louvor e lamentos. Não há referências ao pecado como causa do problema, nenhuma declaração de inocência, nenhuma reivindicação de justiça e nenhum sentimento de vingança. Por isso as palavras são peculiarmente apropriadas ao Messias sofredor, embora em seu significado primário se baseassem em alguma experiência do salmista Davi.

1.1 – Sofrimento de Davi

2 Meu Deus! Eu clamo de dia, mas não respondes; de noite, e não recebo alívio! Sl 22.2

Com as palavras “Deus meu, Deus meu”, Davi expressa um agudo sentido de separação de Deus em tempos de grande aflição (Sl 38.21).

Estas palavras foram de novo pronunciadas por Jesus durante Sua agonia na cruz (Mt 27.46; Mc 15.34).

O Salmo 22 é um exemplo perfeito do que o apóstolo Pedro disse quando escreveu dos “sofrimentos que a Cristo haviam de vir, e a glória que se lhes havia de seguir” (1 Pe 1:11).

1.2 – Sofrimento de Cristo

O Salmo 22 começa com os sofrimentos do Senhor como uma oferta pelo pecado. Ele sofre debaixo da santa ira de Deus contra o pecado e é desamparado; Ele clama, mas não é ouvido, no entanto, Ele justifica Deus por Sua santidade e fidelidade.

Nos versos 6-22 nós lemos acerca dos sofrimentos do Senhor na cruz e de Sua ressurreição. Essas surpreendentes profecias foram cumpridas em seus detalhes pelo Senhor Jesus. Ele sofreria reprovação por parte do povo de Israel e dos gentios (vv.6-12); o poder de Satanás viria contra Ele (o leão que ruge, v.13); os intensos sofrimentos da crucificação são detalhados, incluindo que Suas mãos e pés seriam traspassados (vv.14-17); os homens repartiriam Suas roupas e lançariam sortes sobre Sua túnica. Sua ressurreição é antecipada em Seu pedido quando diz: “Salva-me da boca do leão”. Ele declara o nome de Deus a Seus “irmãos no meio da congregação” (vv. 21-22; cf. Jo 20:17-19).

2 – O MESSIAS DESPREZADO

Pr. Carlos Henrique Soares

Para continuar lendo esse esboço CLIQUE AQUI e escolha um dos nossos planos!

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos também que conquistamos uma parceria missionária com os seguintes trabalhos evangelísticos:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;
  • Equipe Exército da Última Hora – Localizada na cidade de Porto Velho – RO – e que também executa o mesmo trabalho tanto na capital de Rondônia como nos arredores.

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e continuar estudando a lição conosco…

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada

Postado por ebd-comentada


Acesse os esboços por categorias


Copyright Março 2017 © EBD Comentada