Buscar esboços

Nossos Esboços

Betel Adultos – 2º Trimestre de 2018 – 29/04/2018 – A responsabilidade de cuidar uns dos outros

25/04/2018

Este post é assinado por Cláudio Roberto de Souza

TEXTO ÁUREO

1 Coríntios 12:25

25 para que não haja divisão no corpo, mas, antes, tenham os membros igual cuidado uns dos outros. (ARC)

TEXTO DE REFERÊNCIA

1 Coríntios 12:12,14,25-27

12 Porque, assim como o corpo é um e tem muitos membros, e todos os membros, sendo muitos, são um só corpo, assim é Cristo também.

14 Porque também o corpo não é um só membro, mas muitos.

25 para que não haja divisão no corpo, mas, antes, tenham os membros igual cuidado uns dos outros.

26 De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele.

27 Ora, vós sois o corpo de Cristo e seus membros em particular. (ARC)

INTRODUÇÃO

Paz seja convosco!

No último estudo, abordamos a questão da disciplina e da autodisciplina que deve permear a vida da igreja e do cristão. Nesta lição, continuaremos a falar sobre temas relativos a igreja de Jesus Cristo e desta feita, contemplaremos a responsabilidade de cuidar uns dos outros.

Infelizmente muitas igrejas adotaram o provérbio popular que diz: “Cada um por si e Deus pra todos!” Porém, as Escrituras nos ensinam um conceito bem diferente deste vivido e praticado por muitas comunidades cristãs. Ela nos ensina a nos importar pelos outros!

Um dos simbolismos bíblicos que descrevem a igreja é o “corpo”. Sabemos que seus membros não são independentes um do outro. Cada qual trabalha e contribui em função de todo o corpo.

Dentre as diversas funcionalidades deste corpo que a Bíblia denomina como sendo “corpo de Cristo” (Rm 7.4; 12.4-5; 1 Co 10.16; 12.27; Ef 4.12; Cl 2.17; Hb 10.10), achamos aquela que será o objeto desta lição – o cuidado de uns com os outros.

Tal responsabilidade é delegada a todos que fazem parte do corpo de Cristo, e não se trata de uma opção, uma escolha do membro, mas um dever que deve ser observado integralmente por todos.

Tal consideração parte do princípio basilar contido na Palavra de Deus – o amor!  Quem ama cuida!

1 – A IGREJA COMO UM CORPO

A igreja na Bíblia é simbolizada por diversas representações como vimos no último estudo. Os mais destacados são:

  • Rebanho – Jo 10:16;
  • Lavoura de Deus – 1 Co 3:9;
  • Edifício de Deus – 1 Co 3:9;
  • Santuário de Deus – 1 Co 3:16;
  • Coluna e Baluarte da verdade – 1 Tm 3:15;
  • Templo do Espírito Santo – Ef 2:21-22;
  • Plenitude de Cristo – Ef 1:23;
  • Noiva do Cordeiro – 2 Cr 11:2; Ap 19:7;
  • Corpo de Cristo – Ef 1:22-23.

A analogia que o apóstolo Paulo faz da igreja, comparando-a com um corpo e seus membros calha também na informação de que um corpo possui funções que se relacionam entre si e criam interação, vínculo, mas principalmente subordinação de um para com os outros. Os membros deste corpo possuí as seguintes funções fundamentais:

  • Criar unidade no corpo – Ef 4:16;
  • Nutrir os demais membros – 1 Co 12:25;
  • Sustentar os membros – Cl 2:19;
  • Transmitir ordens – Fl 4:9;

A igreja é um organismo vivo, dinâmico, cujos membros se articulam formando um corpo perfeito, que ligado à cabeça que é Cristo, donde procede sua vida, realiza na terra sua missão específica de propagar o plano de Deus para a redenção da humanidade perdida.

1.1 – A utilização do termo em sentido figurado

O pastor Marcos Sant’Anna nos informa que o corpo humano é um belo exemplar de uso metafórico para que pensadores, filósofos, historiadores, teólogos e outros o utilize como simbolismo de unidade. Citemos alguns destes exemplos:

Platão ponderou dizendo: “Tal como o corpo, quando ao menos um dedo é ferido, aproximando-se da alma e formando um único reino sob o seu poder controlador, sente o ferimento e simpatiza inteiro com a porção afetada. É por essa razão que não dizemos: “Meu dedo está sentindo dor”, mas antes: “Estou com dor no dedo”.

Marco Aurélio, o filósofo e imperador romano estoico, referia-se ao homem como um ser criado a fim de aprender a cooperar com seus semelhantes em paz, tal como pés, mãos, pálpebras e os maxilares superior e inferior devem cooperar entre si. Para tais membros é “desnatural” funcionarem desunidos.

Sócrates salientou como seria monstruoso se mãos e pés, que Deus criou a fim de trabalharem em harmonia, se impedissem e anulassem entre si.

Menenius Agripa era muito estimado entre o povo por haver conquistado os sabinos e os samnitas. Foi ele quem efetuara o primeiro triunfo em Roma, uma celebração em honra a heróis especiais. Por essa razão, foi ele enviado para acalmar as águas turbulentas de uma revolta. Era homem tão eloquente quanto valente; e, em sua tentativa de acalmar o povo, narrou a seguinte fábula: “No tempo em que as diferentes partes do corpo humano não estavam em unidade, conforme se encontram agora, mas antes, quando cada membro tinha seu ofício separado e um idioma distinto, todos ficaram descontentes, porque tudo quanto se fazia para cuidar deles, em trabalho e indústria, era gasto pelos intestinos; mas os próprios intestinos, à vontade no meio do corpo, nada fazia senão desfrutar do que se provia para ele. Portanto, conspiravam entre si e concordaram que as mãos não deveriam levar o alimento à boca, e que a boca não deveria receber o que lhe era oferecido, e que os dentes não mastigassem qualquer coisa que entrasse na boca. Agindo nessa base da vingança, e esperando reduzir os intestinos pela fome, todos os membros, e o próprio corpo inteiro, finalmente foram levados a um estado de completa fraqueza. Foi então que ficou claro que os intestinos não produziam um pequeno serviço; que ele não contribuía menos para a nutrição geral do que seus apoiadores, mas antes, distribuía para cada porção aquilo que eles derivavam em forma de vida e vigor; pois, preparando apropriadamente os alimentos, era produzido um sangue puro, que era levado pelas artérias a cada membro em particular”.

Norman Russel Champlin afirma que o pé é um membro humilde, mas o corpo inteiro percebe quando um espinho se encrava no mesmo.

1 Coríntios 12:26

26 De maneira que, se um membro padece, todos os membros padecem com ele; e, se um membro é honrado, todos os membros se regozijam com ele. (ARC)

John Short acerca das palavras acima afirmou: “Quanta verdade! Se o aparelho digestivo de uma pessoa está funcionando mau, o próprio indivíduo funciona mal. Se o seu pé sofrer um dano qualquer, ele tem consciência da dor resultante. Uma ameaça contra uma-parte é uma ameaça contra o todo. Enfermidade e saúde envolvem o organismo inteiro”.

Por fim este versículo completa a declaração da unidade perfeita dos membros do corpo e de uns com outros. Foram eles reunidos não apenas fisicamente, mas também estão unidos de tal modo que sentem juntos.

Crisóstomo afirmou “A cabeça é coroada, e todos os membros participam da honraria; os olhos riem quando a boca fala”.

Sim, quando a cabeça é ungida, para indicar que foi conferida alguma honra, o indivíduo inteiro é exaltado. Em tudo, claramente a conexão dos membros do Corpo de Cristo é evidenciada!

Por Cláudio Roberto de Souza

COMUNICADO IMPORTANTE

É com muita alegria que nos dirigimos a você informando que a EBD Comentada já está disponibilizando os planos de assinaturas para que você possa continuar a usufruir dos nossos conteúdos com a qualidade já conhecida e garantida.

vantagens

Informamos também que conquistamos uma parceria missionária com os seguintes trabalhos evangelísticos:

  • Equipe Semear – Localizada na cidade Uberaba – MG e que realiza relevante trabalho de evangelismo na própria Uberaba e região;
  • Equipe Exército da Última Hora – Localizada na cidade de Porto Velho – RO – e que também executa o mesmo trabalho tanto na capital de Rondônia como nos arredores.

CLIQUE AQUI para ser nosso parceiro missionário e ainda continuar estudando a lição conosco…

Decidimos unir o Ensino com Missões e assim, alavancar recursos financeiros para contribuir com esses projetos.

Cada um de nós poderemos contribuir com o site ebdcomentada.com e com as obras de missões citadas, realizando o cadastro como assinante e escolhendo o plano que achar conveniente.

Optamos por oferecer valores acessíveis para que todos continuem a desfrutar dos nossos esboços e ao mesmo tempo AJUDAR a obra missionária, portanto a EBD Comentada, juntamente com você estará ao mesmo tempo ENSINANDO e FAZENDO MISSÕES.

Contamos com a ajuda de todos para mantermos este trabalho que tem auxiliado milhares de professores no Brasil e no mundo.

“Portanto, ide, ensinai todas as nações, batizando-as em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo” (Mt 28.19 – ARC).

Qualquer dúvida referente aos planos ou mesmo depois de adquiri-lo, surgir algum problema, entre em contato conosco (contato@ebdcomentada.com.br)

Deus lhe abençoe ricamente!!!

Equipe EBD Comentada


Comentários

Deixe uma Resposta

O seu endereço de email não será publicado


Copyright Março 2017 © EBD Comentada